11:04 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    50322
    Nos siga no

    A Europa estará à beira de colapso se França e Alemanha não conseguirem dar um passo em frente e demonstrar sua liderança, advertiu o primeiro-ministro francês Manuel Valls durante a sua visita a Berlim.

    A Europa pode morrer, afirmou o premiê socialista Valls numa conferência econômica organizada pelo diário alemão Süddeutsche Zeitung.

    Ao mesmo tempo, Valls destacou que a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, poderá ganhar as eleições na França no próximo ano. Segundo ele, se isso realmente acontecer, a culpa será do mesmo sentimento que levou à vitória de Donald Trump e à saída do Reino Unido da UE.

    "Isso significa que o equilíbrio da política mundial mudará completamente", ressaltou Valls, destacando que atualmente a extrema direita representa um perigo sério.

    O premiê francês assinala que a França deverá prosseguir com a realização de reformas, incluindo redução de impostos para empresas da França. Valls se dirigiu à Alemanha com pedido de assumir um papel de líder no continente para evitar o colapso do sistema atual.

    Os analistas apontam que incertezas econômicas, refugiados e terrorismo dividem a Europa e ameaçam a UE. A campanha eleitoral na Áustria no próximo mês e na França em 2017 poderão levar os populistas de direita ao poder.

    Mais:

    'Estado de emergência não diminuiu ataques terroristas na França', diz especialista
    EUA-França: Hollande quer iniciar diálogo imediato com Trump
    Tags:
    refugiados, terrorismo, extrema direita, reforma, colapso, Frente Nacional, UE, Marine Le Pen, Donald Trump, Manuel Valls, Reino Unido, Áustria, Europa, Alemanha, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar