18:20 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    281
    Nos siga no

    Alguns militares turcos que estão em missão na base militar da OTAN na cidade alemã de Ramstein pediram asilo às autoridades da Alemanha, informou o canal de televisão SWR.

    Segundo o canal SWR, esta informação foi confirmada pelas autoridades do distrito de Kaiserslautern. Conforme os militares, a razão do pedido é a situação política na Turquia depois da tentativa de golpe de Estado.

    O número de militares que pediram proteção à Alemanha, e que devem em breve regressar ao país de origem, não é indicado.

    O canal informou que há cerca de 40 militares turcos com as suas famílias na base de Ramstein.

    Em meados de julho, na Turquia ocorreu uma tentativa de golpe de Estado, esmagada pelas autoridades. Em outubro, foi conhecido que 35 cidadãos da Turquia com passaportes diplomáticos, incluindo um adido militar, pediram asilo à Alemanha.

    A base aérea da OTAN em Ramstein é a maior instalação da Força Aérea dos EUA fora do país, sendo também a sede da USAFE (United States Air Forces in Europe). A base fica perto da cidade de Ramstein, no estado alemão da Renânia-Palatinado.

    Cerca de 15 mil militares prestam serviço na base, para além de 30 mil civis. Ramstein é uma das duas bases localizadas no território da Alemanha, onde provavelmente se encontram munições nucleares táticas dos EUA.

    Mais:

    Obama chega à Alemanha para reunião com Angela Merkel
    Alemanha proíbe 'Religião Verdadeira' após megaoperação
    Multidão protesta na Alemanha contra presidente da Turquia
    Avô de Trump foi migrante ilegal da Alemanha
    Tags:
    insegurança, base aérea, abrigo, golpe de Estado, OTAN, Ramstein, Alemanha, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar