09:06 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Rússia e Ucrânia

    Ucrânia receia perda de seus cidadãos para a Rússia devido ao regime de vistos

    © Sputnik / Konstantin Chalabov
    Europa
    URL curta
    292
    Nos siga no

    A introdução de regime de vistos para a Rússia pode fazer com que os ucranianos abandonem seu país (optem por mudança de nacionalidade), disse o vice-ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Aleksei Makeev, em entrevista ao canal de televisão ICTV.

    O diplomata pediu para que a medida de regime de vistos para a Rússia seja ponderada do ponto de vista prático, refletindo sobre onde o país quer chegar com tal medida. Makeev lembrou que na diplomacia há um termo muito utilizado, a "mutualidade".

    Segundo ele, a Rússia também pode aplicar a medida para cidadãos ucranianos. Neste caso, milhões de ucranianos terão de voltar para o seu país para que assim, recebam vistos de trabalho e, somente depois, recebam a licença para realizar atividades de trabalho no território russo. Entretanto, esta opção não é a única.

    "Além disso, a Rússia pode dizer aos milhões de ucranianos: não têm que voltar para a Ucrânia, recebam a cidadania russa", disse Makeev.

    Neste caso, de acordo com ele, a Ucrânia perderá muitos dos seus cidadãos.

    Recentemente, as autoridades ucranianas estão discutindo de forma ativa sobre a introdução do regime de vistos para a Rússia. Em agosto, o chanceler ucraniano, Pavel Klimkin, declarou sobre a prontidão de considerar esta iniciativa. Em resposta, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse que a Rússia pode cortar os laços diplomáticos com o país. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia mencionou que o regime de vistos terá mais impactos negativos para os ucranianos do que para os russos.

    Mais:

    Organização dos EUA exige liberação de ucraniano detido em Moscou por espionagem
    Porta-voz do presidente russo faz declarações a respeito da Síria e Ucrânia
    Armas vs comida: pobreza na Ucrânia leva à intoxicação em massa
    Tags:
    cidadania, fuga, perda, regime de vistos, Rússia, Ucrânia