07:43 21 Junho 2018
Ouvir Rádio
    A agência internacional de notícias Sputnik

    Estônia proíbe Sputnik entrar em contato com ministro da Defesa

    © Sputnik /
    Europa
    URL curta
    337

    A Sputnik Estônia apresentará queixas às organizações internacionais que defendem os direitos dos jornalistas dadas as ações do serviço de imprensa do Ministério da Defesa da Estônia.

    O Ministério da Defesa da Estônia se recusou a acreditar a Sputnik para uma entrevista coletiva com os ministros da Defesa da Ucrânia e Estônia, acusando a agência da "propaganda a favor do regime de Putin".

    As queixas oficiais assinadas pela diretora da Sputnik Estónia, Elena Cherysheva, serão encaminhadas à organização Repórteres Sem Fronteiras, ao representante da OSCE para a Liberdade de Imprensa, ao Serviço da Comunicação e Informação da UNESCO, à Federação Europeia de Jornalistas e à Federação Internacional de Jornalistas.

    A chefe do site de notícias Sputnik Estónia disse: "Nós consideramos a recusa de acreditação como um ataque à liberdade de expressão".

    Em 6 de outubro, o Ministério da Defesa da Estónia se recusou a acreditar a Sputnik para uma coletiva de imprensa com o ministro da Defesa ucraniano Stepan Poltorak, com o seu homólogo estoniano Hannes Hanso, com o comandante das Forças de Defesa da Estónia Riho Terras e outros responsáveis. A carta do Ministério da Defesa explicou a recusa acusando a Sputnik de se engajar em "propaganda a favor do regime de Putin". Além disso, foi dito aos jornalistas que “não deviam entrar em contato com o Ministério da Defesa estoniano no futuro".

    Os jornalistas da Sputnik Estónia têm enfrentado muitas vezes ações de discriminação por parte das autoridades locais, embora a organização internacional Repórteres Sem Fronteiras tenha posto a Estónia no 14o lugar no ranking quanto à liberdade de expressão entre 180 países.

    Mais:

    Em pauta, a liberdade de expressão na internet: censura à vista?
    Jornalista da Sputnik fica sem acesso à Europa até 2020
    Meios financeiros da agência Rossiya Segodnya foram congelados ilegalmente
    Tags:
    liberdade de expressão, Sputnik, Estônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik