05:43 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente filipino Rodrigo Duterte

    Alemanha fica injuriada com comentários sem noção do presidente filipino

    © AP Photo/ Bullit Marquez
    Europa
    URL curta
    360

    O governo alemão convocou o embaixador filipino nesta sexta-feira (30) para esclareciemntos após os "inaceitáveis" comentários do presidente Rodrigo Duterte sobre o genocida Adolf Hitler.

    Duterte comparou sua guerra às drogas aos esforços do ditador nazista para exterminar os judeus durante a Segunda Guerra Mundial. 

    "Hitler massacrou três milhões de judeus. Agora, existem três milhões de viciados em drogas [nas Filipinas]. Eu ficaria feliz em matá-los", disse Duterte a repórteres, em mais uma das declarações bizarras que lhe renderam o apelido de "Donald Trump do Pacífico". 

    O Ministério das Relações Exteriores da Alemanha esclareceu que havia convocado o enviado diplomático das Filipinas "para vir ao ministério para uma discussão sobre esta questão". 

    Qualquer comparação "das singulares atrocidades do Holocausto com qualquer outra coisa é totalmente inaceitável", disse o porta-voz da pasta, Martin Schaefer, em comunicado.

    Mais:

    Presidente filipino xinga Barack Obama de 'filho da p***'
    Presidente filipino encoraja população a matar traficantes
    Presidente das Filipinas promete 'atravessar o Rubicão' dos EUA para a Rússia e a China
    'Que se f***': quem irritou o presidente das Filipinas desta vez?
    Tags:
    comparação, declaração, genocídio, drogas, viciados, judeus, holocausto, Hitler, Rodrigo Duterte, Alemanha, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik