16:59 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Copenhague, Dinamarca

    Dinamarca paga US$900 mil para usar Panama Papers

    © flickr.com/ 2benny
    Europa
    URL curta
    0 40

    O governo da Dinamarca disse nesta quinta-feira (29) que pagou cerca de US$ 900.000 para ter acesso a documentos do Panama Papers.

    A compra ajudará o país a identificar centenas de suspeitos de fraudes fiscais, segundo relatou a AP. O país nórdico estima que, apenas nos últimos três anos, tenha perdido 12,3 bilhões de coroas dinamarquesas (cerca de US$ 1,85 bilhão) devido à fraude fiscal. 

    "O próximo passo é cavar mais fundo e encontrar as pessoas e investigar a sua situação fiscal. Isto irá nos trazer mais perto de saber se há razão para apresentar queixas", disse Jim Soerensen, chefe da autoridade fiscal da Dinamarca (SKAT). 

    Segundo ele, o pagamento foi feito a uma fonte anônima em troca de acesso a uma gama mais ampla dos chamados Papéis do Panamá que envolvem cidadãos dinamarqueses do que a que foi vazada à imprensa internacional.

    Em abril, o jornal alemão Sueddeutsche Zeitung expôs o suposto envolvimento de milhares de pessoas e empresas de todo o mundo — inclusive de vários ex e atuais líderes — em esquemas envolvendo contas bancárias em paraísos fiscais offshore, através de dados obtidos junto ao escritório da Mossack Fonseca, uma firma que administra contas offshore no Panamá.

    Mais:

    Panama Papers: informações sobre 320 mil contas offshore são publicadas
    Departamento de Justiça dos EUA investiga dados dos Panama Papers
    Parlamento Europeu cria comissão especial para investigar Panama Papers
    Tags:
    documentos, offshore, evasão fiscal, fraude, Panama Papers, Mossack Fonseca, Jim Soerensen, Dinamarca
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik