09:48 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Chefe de política externa da UE, Federica Mogherini

    Mogherini: UE não se opõe à força militar da OTAN ou EUA

    © REUTERS/ Vincent Kessler
    Europa
    URL curta
    1094205

    A chefe da diplomacia europeia declarou que a defesa europeia não é de oposição à OTAN ou aos Estados Unidos.

    A alta representante da UE para Política Externa e Segurança Federica Mogherini proferiu a declaração durante sua conversa com o jornal Politico.

    "Nós temos uma noção clara — nos EUA, OTAN e na Europa — que o desenvolvimento da defesa da UE não é uma via para concorrência ou privação da Aliança Transatlântica de algo, mas é uma via para fortalecimento do trabalho transatlântico conjunto", disse.

    Ao mesmo tempo, a alta diplomata não excluiu que o Reino Unido "poderia ter um papel" nas futuras operações militares conjuntas da União Europeia mesmo após a saída da União.

    "Agora somos 28 [países membros da UE]. No futuro, quando eles [britânicos] deixarem de ser membros da UE, eles não participarão na determinação das nossas prioridades e ações, mas há muitos países que não fazem parte da UE e que participam das nossas missões e operações," destacou.

    Mais cedo, o chefe da defesa britânico Michael Fallon disse que Londres aproveitará durante o período mais longo possível do seu direito de veto quanto à questão de criação do exército europeu.

    Na sexta-feira (16), em Bratislava (Eslováquia) foi realizada a cúpula da UE, no âmbito da qual França e Alemanha apresentaram um plano de criação de uma "força militar conjunta", que possa ser comparada com a OTAN por seu potencial militar.

    Ainda antes, Federica Mogherini tinha declarado que a criação da força militar não está na agenda mais próxima, mas as propostas concretas relativamente à estratégia europeia na área da defesa e segurança serão feitas já até o fim do ano.

    Mais:

    EUA fazem 'todo o possível' para obstaculizar criação do exército europeu independente
    Tags:
    defesa, segurança, OTAN, Federica Mogherini, União Europeia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik