00:42 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Angela Merkel, chanceler da Alemanha

    Partido de Merkel sofre derrota histórica nas eleições regionais de Berlim

    © AP Photo/ Markus Schreiber
    Europa
    URL curta
    2200

    O partido conservador de Angela Merkel registrou neste domingo (18) o pior resultado de sua história nas eleições regionais de Berlim, em meio a um clima de crescente descontentamento sobre a questão da imigração, que continua sendo aproveitada pela direita populista.

    A União Democrata Cristã (CDU) da chanceler alemã teve 18% dos votos, cinco pontos a menos em comparação com as últimas eleições, em 2011, o que provavelmente irá forçá-la a deixar o governo local da capital alemã, do qual formava parte até agora com os social-democratas, de acordo com sondagens dos canais de televisão ARD e ZDF.

    O movimento populista de direita, Alternativa para a Alemanha (AfD), que se opõe à política de imigração realizada pelo governo, entraria no parlamento local com entre 11,5 e 12,5% dos votos, segundo as pesquisas.

    Nunca na história da cidade, desde a de Berlim Ocidental após a Segunda Guerra Mundial e à da capital reunificada em 1990, a CDU havia sofrido uma perda semelhante.

    Este é o segundo revés eleitoral em duas semanas de eleições regionais para o partido de Merkel, a um ano das eleições legislativas. No início de setembro, a AfD, criada há apenas três anos, conseguiu uma grande vitória no nordeste do país.

    O mau resultado da CDU em Berlim provavelmente deixará o partido na bancada da oposição na metrópole de 3,5 milhões de pessoas. Até agora, a CDU era parte de um governo de coalizão com os social-democratas no estado.

    A AfD saiu novamente em vantagem com a preocupação gerada pela chegada de centenas de milhares de refugiados ao país desde o verão de 2015, com um recorde de quase um milhão de imigrantes no ano passado. 

    Mais:

    Relatório secreto do Governo alemão: nível da ameaça terrorista cresce na Alemanha
    Três homens presos na Alemanha queriam realizar missão de Daesh
    Alemanha alerta sobre jihadistas a caminho da Europa
    Tags:
    eleições regionais, direita, imigração, refugiados, União Democrata Cristã, Alternativa para Alemanha, AfD, CDU, Angela Merkel, Berlim, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik