06:58 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente dos EUA, Barack Obama

    Ex-presidente da Polônia: mundo está perdendo interesse pela crise ucraniana

    © Sputnik/ Mikhail Palinchak
    Europa
    URL curta
    6122

    Discursando na cúpula anual da Estratégia Europeia de Yalta, realizada em Kiev, o ex-presidente polonês Aleksandr Kwasniewski afirmou que o mundo já não está se focando na crise da Ucrânia.

    "A notícia má é que temos cada dia menos interesse da parte dos aliados da Ucrânia, especialmente da União Europeia e dos EUA. Passando algum tempo, surgem novos problemas: a Coreia do Norte, as eleições presidenciais americanas<…>", lamenta Kwasniewski, citado pela edição Korrespondent.

    Ele notou que isto não é bom para Ucrânia, que precisa tanto de apoio, entendimento e unidade internacionais.

    O último cessar-fogo entrou em vigor em Donbass no dia 1 de setembro de 2016. Entretanto, as partes em conflito denunciaram por várias vezes a violação do regime. Na noite de 15 de setembro, as autodenominadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk declararam uma trégua unilateralmente.

    Mais:

    Kiev esconde armas na proximidade da linha de contato com Donetsk apesar do cessar-fogo
    Kiev acusou Moscou de violar normas da OMC
    Kiev não irá considerar anistia de combatentes do conflito em Donbass
    Posição de Kiev sobre eleição russa pode 'causar efeito bumerangue'
    Aliado de Poroshenko declara que Kiev pode ter subestimado os riscos em Donbass
    Tags:
    unidade, apoio, relações internacionais, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik