10:09 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Funcionários do serviço da seguraça perto da embaixada russa em Kiev, 18 de setembro de 2016

    Grupo de pessoas bloqueia entrada de embaixada russa, impedindo a votação nas eleições

    © Sputnik/ Aleksei Vovk
    Europa
    URL curta
    5015

    A entrada na embaixada russa em Kiev foi bloqueada por três pessoas, entre elas um deputado do partido nacionalista ucraniano Svoboda, Igor Miroshnichenko.

    Um dos homens segurava um cachorro grande com uma trela e não deixava os eleitores passar.

    Entre os três homens e os policiais ocorreu uma briga. Como destaca o correspondente da agência RIA Novosti presente no local, os policiais conseguiram desbloquear a entrada. Um dos transgressores foi detido, enquanto os outros dois começaram a destruir a cerca da embaixada.

    Na noite de sábado, desconhecidos dispararam meios pirotécnicos contra o edifício da embaixada da Rússia e lançaram uma bomba de fumaça para dentro do recinto da missão diplomática, tendo depois fugido.

    O primeiro-ministro da Ucrânia, Vladimir Groisman, chamou o incidente de sábado de arruaça, dizendo que este teve tão "pouca importância" que nem merece comentários. Logo depois, a embaixada da Rússia em Kiev enviou ao Ministério do Exterior da Ucrânia uma nota de protesto, exigindo que o incidente fosse investigado e garantida a segurança da missão diplomática russa.

    Mais:

    Washington não reconhecerá resultados das eleições na Crimeia
    Putin responde acusações da Ucrânia sobre Crimeia e presidência da Rússia na CEI
    Poroshenko anuncia novas sanções antirussas relacionadas com Crimeia
    Ucranianos tentam penetrar na Crimeia
    Tags:
    eleições parlamentares, Rússia, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik