21:10 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Fragmentos do avião presidencial polonês perto da cidade russa de Smolensk em 2010

    Polônia revela novos dados de queda do avião do presidente

    © Sputnik / Iliiya Pitalew
    Europa
    URL curta
    118
    Nos siga no

    Fatos essenciais dos relatórios anteriores sobre esta catástrofe estavam errados, declarou o ministro da Defesa da Polônia, ao mesmo tempo assinalando que os novos dados não foram divulgados para fazer acusações contra ninguém.

    Hoje, dia 15 de outubro, foi realizada em Varsóvia uma conferência da subcomissão do parlamento para repetição do inquérito à queda do avião presidencial perto da cidade russa de Smolensk em 2010, onde morreu o presidente da Polônia Lech Kaczynski.

    O chefe da subcomissão Waclaw Berczynski e o ministro da Defesa polonês Antoni Macierewicz declararam que a revelação de novos dados permite dizer que os relatórios anteriores continham "fatos essenciais errados".

    Segundo dados do jornal Kommersant, o especialista em inquéritos de acidentes aéreos Frank Taylor destacou que a maioria dos fragmentos do avião foi deslocada do local da queda do avião. Ele destacou que essa foi uma ação muito pouco profissional.

    A representante oficial da Chancelaria russa Maria Zakharova, durante a entrevista coletiva de hoje (15), criticou as declarações do lado polonês chamando-as de "irresponsáveis e provocatórias". Ela apelou para a divulgação imediata destes novos fatos para evitar especulações e um aumento da falta de entendimento no futuro.

    Mais:

    Polônia encomenda sistemas de mísseis Patriot dos EUA
    Polônia convoca reunião militar após anúncio de inspeção surpresa das tropas russas
    Papa tropeça durante missa na Polônia - vídeo
    Tags:
    acidente aéreo, presidente, avião, queda, Chancelaria, Maria Zakharova, Lech Kaczynski, Smolensk, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar