22:35 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    O nível da ameaça terrorista está aumentando na Alemanha, comunicou jornal BILD citando um relatório secreto do governo sobre a segurança interna.

    Recentemente foi comunicada a detenção de três homens sírios que, segundo o ministro do Interior da Alemanha Thomas de Maiziere, pertenciam a uma "célula adormecida" do grupo terrorista Daesh na Alemanha. 

    Além das detenções, foram também confiscados celulares, computadores e documentos. Segundo o jornal Die Welt, um grupo dos serviços secretos vigiou os sírios durante vários meses, acompanhando as suas conversas telefônicas. Os objetivos concretos dos terroristas ainda não foram estabelecidos. 

    "A República Federativa da Alemanha é vista como alvo para os jihadistas. As instituições alemãs no território do país e em outras partes do Mundo, bem como os interesses nacionais, estão fortemente ameaçados", diz o relatório, citado pelo BILD

    Além do mais, o relatório aponta que os próprios cidadãos da Alemanha que participaram em conflitos combatendo ao lado dos terroristas e depois regressaram para o país apresentam ameaça ainda maior.

    ​O ministro já havia comunicado que mais de 850 jovens radicalizados saíram da Alemanha para Síria e Iraque para combater junto aos terroristas do Daesh e outros grupos terroristas. Cerca de uma terça parte deles regressou para a Alemanha. 

    O BILD comunica que os terroristas da Alemanha podem realizar ataques "em qualquer altura e com a ajuda de qualquer meio disponível". 

    Agora a informação sobre as ameaças está sendo verificada. Por exemplo, as instituições alemãs na Turquia estão fechadas por uma semana.

    Mais:

    Alemanha envia 650 soldados para combater tráfico de armas do Daesh no Mediterrâneo
    Inteligência dos EUA: Daesh tem células ativas no Reino Unido, na Alemanha e na Itália
    Tags:
    célula terrorista, migrantes, alvo, detenção, serviço secreto, resolução, ameaça, relatório, terrorismo, Thomas de Maiziere, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar