07:35 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Cartaz de apelo ao voto em Simferopol, Rússia, setembro de 2016

    Posição de Kiev sobre eleição russa pode 'causar efeito bumerangue'

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Europa
    URL curta
    0 82
    Nos siga no

    A presidente da Comissão Eleitoral Central (CEC) da Rússia, Ella Pamfilova, disse na segunda-feira (12) que espera que a Ucrânia reveja a sua recusa de abrir postos de votação em missões diplomáticas russas no país durante a eleição parlamentar de 18 de setembro.

    O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, ordenou ao ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Pavel Klimkin, que comunicasse à Rússia sobre "impossibilidade de realizar eleições russas no território ucraniano".

    "Espero que as autoridades ucranianas mudem a sua posição porque esta situação pode trazer consequências pouco esperadas", disse Pamfilova em entrevista à RIA Novosti.

    Postos de votação foram organizados na embaixada russa em Kiev, bem como nos consulados de Odessa, Lviv e Kharkiv. Além disso, a CEC e o Ministério das Relações Exteriores da Rússia solicitaram a Kiev para assegurar segurança em missões diplomáticas russas durante a votação.

    "Infelizmente, os cidadãos russos, que estão em território ucraniano, podem passar por situação absurda que viola as normas internacionais que asseguram a possibilidade de votar no exterior… Caso seja necessário, postos de votação foram instalados nos países ao redor da Ucrânia", disse Pamfilova.

    Em 18 de setembro na Rússia, será realizada a eleição para a Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento russo). Na quarta-feira (7), a presidente da CEC russa disse que 14 das 42 comissões eleitorais estrangeiras aceitaram o convite russo para realização de votação.

    Mais:

    Ucrânia e EUA firmam acordo de cooperação militar
    Ciclo da arma usada: Lituânia entrega munições obsoletas à Ucrânia
    Carro da OSCE queimado no oeste da Ucrânia (VÍDEO)
    Considerando Crimeia parte da Ucrânia, Poroshenko recusa realização de eleições russas
    Tags:
    embaixada, votação, parlamento, eleição, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar