09:51 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Os líderes da Alemanha e Turquia se encontraram na cúpula do G20

    Mídia alemã: Merkel parece uma política provinciana no encontro com Erdogan

    © REUTERS/ Jesco Denzel/BPA
    Europa
    URL curta
    465431

    Os líderes da Alemanha e Turquia se encontraram na cúpula do G20. A linguagem dos símbolos e da diplomacia não era a favor de Merkel: as negociações se realizaram marcadas pela diminuta bandeira alemã.

    Três bandeiras turcas do tamanho de um homem e uma pequena bandeira alemã. A mídia alemã já comparou Merkel com uma governadora de uma das províncias turcas que se encontrou com Erdogan para prestar contas do seu trabalho no cargo.

    A chanceler e o presidente turco se reuniram em Hangzhou, na China. São matérias finas, que não pegam o olho. Mas apresentar o seu país a um nível respeitável nas negociações é ainda mais importante do que atingir um acordo. É claro que o Ministério do Exterior alemão se esqueceu desse facto, escreve o site de notícias Welt.de.

    As relações entre os dois países são tensas: por mais que Erdogan tente, a abolição de vistos pela UE para os cidadãos turcos em outubro não será realizada. As repressões de muitos grupos sociais turcos, após a tentativa de golpe, danificaram gravemente a imagem turca no mundo. Muitos jornalistas, professores, oficiais foram presos, na Turquia falam sobre o retorno da pena de morte. Se as relações alemãs-turcas continuarem tensas, os parlamentares alemães correm o risco de não voltar a ter acesso à base aérea de Incirlik. Neste caso as autoridades alemãs podem optar por estacionar seus aviões na parte grega de Chipre, nota a mídia alemã.

    ​No entanto, se Erdogan e Merkel não acordam uma política conjunta em matéria de refugiados, o líder turco pode decidir o destino político de Angela Merkel abrindo as fronteiras. Ele pode repetir o fluxo de refugiados do outono de 2015 para destruir a política de imigração comum dos Estados membros da UE.

    Os jornalistas alemães supõem que a bandeira turca do tamanho de um homem é também um símbolo de poder e de controle da situação na região e ainda em algumas outras matérias na Europa.

    Mais:

    Putin e Erdogan falam sobre Síria e relações bilaterais na cúpula do G20
    Erdogan: Turquia continuará combatendo todos os terroristas
    Merkel: Alemanha continuará sendo Alemanha apesar dos refugiados
    Tags:
    Cúpula do G20, Recep Tayyip Erdogan, Angela Merkel, Turquia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik