18:43 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira da Suécia

    Suécia flerta com OTAN e exercícios militares previstos visam conter 'ameaça' russa

    © flickr.com/ Christopher Neugebauer
    Europa
    URL curta
    706

    Hoje (02), a Suécia e Finlândia começam exercícios militares conjuntos com quatro dias de duração perto da ilha de Gotlândia, próxima da costa sueca.

    Segundo um relatório militar recente, a adesão da Suécia à OTAN 'possivelmente poderá conter à Rússia'.

    Os exercícios militares, nos quais está previsto participarem cerca de 3,5 mil militares, serão realizados na parte sul da Suécia a partir de sexta-feira até à próxima terça.

    De acordo com o diretor de comunicações do Esquadrão de Blekinge, na Suécia, citado pela edição sueca Kalmar 24, "trata-se do desenvolvimento das capacidades da Força Aérea". Além disso, cinco caças Horner e 50 militares participação dos treinamentos.

    O relatório da comissão para a defesa e cooperação na área de segurança da Suécia indica que a capacidade do Ocidente para conter a Rússia em conflitos no mar Báltico aumentará caso a Suécia faça parte da OTAN, informa a emissora sueca SVT.

    Outro cenário "pouco provável" é o de a Suécia ser envolvida em um conflito militar após eventual ataque da Rússia contra países membros da OTAN como a Estônia, Letônia e Lituânia.

    O comunicado destaca que a Rússia possui poder militar suficiente para controlar todos os países do Báltico em dois dias. A Rússia poderia depois instalar sistemas de defesa antiaérea no território da Suécia para acabar com voos da OTAN no mar Báltico.

    O documento diz que a Suécia depende muito de ajuda externa. O reforço militar americano está previsto chegar ao país em três semanas, no mínimo. Uma possível adesão da Suécia à OTAN, que poderá virar realidade "em 12-15 meses", não é solução para eliminar as brechas na defesa do país.

    Não é o primeiro relatório desta espécie, publicado por comissões do governo sueco, apelando à adesão à aliança militar. Apesar de ocupar uma posição neutral, a Suécia contribui para a formação de grupos de combate da OTAN e da UE e participa em organizações internacionais.

    Mais:

    Lavrov: OTAN se transformou em uma organização ideológica
    Finlândia desconfia da Rússia e tenta se aproximar ainda mais da OTAN
    Analista: está na hora de os EUA saírem da OTAN
    Tags:
    ameaça russa, aliança militar, adesão, exercícios militares, SVT, União Europeia, OTAN, Gotlândia, Mar Báltico, Lituânia, Letônia, Estônia, Finlândia, Ocidente, Suécia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik