05:10 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Pyotr Poroshenko em cockpit do Su-27

    Autoridades de Lugansk temem possíveis futuros ataques ucranianos

    © Sputnik / Nikolai Lazarenko
    Europa
    URL curta
    4112

    Militares ucranianos têm intensificado o treinamento das unidades de aviões Su-25, disse nesta sexta-feira (2) o assessor de imprensa da Milícia da República Popular de Lugansk, Andrei Marochko.

    O regime de cessar-fogo entrou em vigor à meia-noite de 1 de setembro, horário de Moscou. As partes chegaram nesta decisão na reunião do grupo de contato em Minsk em 26 de agosto. O cessar-fogo coincide com o início do ano letivo. Antes disso, foi declarado na República autoproclamada na sexta-feira (2) que o novo “regime de silêncio” será posto em prática.

    "No aeroporto das Forças Armadas da Ucrânia, em Lutsk, os aviões de combate Su-25 estão participando de treinamentos de voo relacionados ao alcance de altitude máxima e mínima e a liberdade de busca pelo alvo em caso condições de visão nula", Marochko informou aos repórteres, referindo-se a inteligência.

    Segundo ele, na região de Carcóvia, militares das Forças Armadas da Ucrânia estão reformando um abandonado aeródromo que poderá vir a "receber aviões de transporte da OTAN com tropas transferidas de países vizinhos". As autoridades de Lugansk acreditam que Kiev ainda está considerando uma opção de resolver o conflito em Donbass utilizando força bruta militar.

    "Por sua vez, nós, assim como antes, respeitamos os acordos e seguimos melhorando as técnicas de combate, para proteger, se necessário, a República contra qualquer agressão", disse Marochko.

    O governo da Ucrânia em abril de 2014 lançou uma operação militar contra as autoproclamadas Repúblicas de Lugansk e Donetsk, que declararam a independência depois de um golpe de Estado na Ucrânia, em fevereiro de 2014. Segundo dados da ONU, mais de 9,5 mil pessoas foram vítimas do conflito.

    Mais:

    Líder da República Popular de Lugansk ferido após tentativa de assassínio
    OSCE registra presença de equipamentos militares em Donetsk e Lugansk
    Lugansk: Kiev sabota avanços positivos
    Tags:
    Donbass, RPL, Lugansk, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik