10:34 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Homem chora depois de forte terremoto ocorrido na cidade italiana de Amatrice em 24 de agosto de 2016

    Terremoto de magnitude 6,1 atinge parte central da Itália

    © AFP 2019/ FILIPPO MONTEFORTE
    Europa
    URL curta
    Terremoto na Itália (7)
    0 02
    Nos siga no

    Um terremoto de magnitude 6,1 atingiu na madrugada desta quarta-feira (24) a parte central da Itália, informa o Centro Sismológico Europeu (EMSC).

    Os sismos foram registrados a 1h36, pelo horário local. O epicentro do tremor foi localizado a uma profundidade de 10 km – 48 km ao norte da cidade de L'Aquila, 18 km a nordeste da comuna Maltignano e 116 quilômetros ao nordeste de Roma.

    O prefeito da cidade italiana Accumoli, de cerca de três mil habitantes, informou que o terremoto provocou fortes danos, matando quatro pessoas.

    O canal de TV RaiNews24 confirmou uma das mortes, mas disse que pelo menos outras quatro pessoas estariam sob os escombros sem dar sinais de vida. Metade da cidade, segundo o canal, estaria em escombros.

    O terremoto foi sentido em muitas cidades italianas, incluindo na capital italiana, Roma.

    Danos graves foram registrados em outras cidades do país, há numerosos feridos, divulga o chefe do Serviço Nacional de Defesa Civil, Fabrizio Curcio. De acordo com os últimos dados, assentamentos em pelo menos três províncias sofreram destruições – Ascoli Piceno, Fermo e Macerata (região de Marcas).

    "Eu posso ouvir os gemidos e gritos e não posso fazer nada. As pessoas estão sob os escombros. Precisamos especialistas para os retirar", declara disse Sergio Pirozzi, prefeito de Amatrice.

    As autoridades confirmaram a morte de seis pessoas, duas delas eram moradores de Arquata del Tronto, na região de Marcas. A mídia relata que os sismos mataram pelo menos 14 pessoas.

    O Ministério russo para Situações de Emergência (MSE) está pronto para enviar suas forças para a Itália, segundo uma mensagem enviada ao diretor do Departamento de Proteção Civil do Conselho de Ministros da Itália, Fabrizio Curcio.

    "Gostaríamos de oferecer assistência prática do Ministério para as Situações de Emergência da Rússia na sequência da catástrofe", indicou na mensagem o ministro da pasta, Vladimir Puchkov.

    Representantes do MSE especificaram que os grupos de resgate Tsentrospas e Lider estão prontos, tendo uma vasta experiência atuação em zonas afetadas por sismos. Eles estão equipados com modernos dispositivos e equipamentos para desmontagem de escombros e resgate de sobreviventes.

    Tema:
    Terremoto na Itália (7)
    Tags:
    terremoto, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar