23:00 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    182
    Nos siga no

    O Palmeiras conquistou neste sábado (30) o seu segundo título da Taça Libertadores da América ao bater o Santos, por 1 a 0, na grande final do torneio disputada no Maracanã, no Rio de Janeiro.

    Em uma tarde de muito calor no estádio do Maracanã, em pleno verão na cidade do Rio de Janeiro, o jogo careceu de brilho, com poucas chances claras de gol para ambos os times, muita marcação e jogadas mais duras.

    O gol do título saiu apenas nos acréscimos do segundo tempo, quando tudo indicava que a partida iria para a prorrogação, após uma confusão envolvendo o jogador Marcos Rocha, do Palmeiras, e o treinador Cuca, do Santos, que acabou sendo expulso pelo juiz argentino Patricio Loustau.

    Logo em seguida, o atacante Breno Lopes, que havia entrado no lugar de Gabriel Menino, completou de cabeça um cruzamento de Rony pelo lado direito e marcou o único gol da partida. 

    Breno Lopes comemora o gol que deu o título da Libertadores ao Palmeiras
    © Folhapress / Julio Zerbatto/MyPhoto Press
    Breno Lopes comemora o gol que deu o título da Libertadores ao Palmeiras

    Com o triunfo sobre o time santista, a equipe alviverde levanta a Taça Libertadores pela segunda vez em sua história, se igualando a Flamengo, Cruzeiro e Internacional, outras equipes brasileiras que também possuem dois títulos continentais. A última conquista do clube paulista ocorreu há mais de 20 anos, em 1999, quando derrotou o Deportivo Cali, da Colômbia, nos pênaltis.

    ​O Santos, por sua vez, perdeu a chance de chegar ao tetracampeonato e se tornar a equipe brasileira com mais títulos da competição continental, permanecendo ao lado de São Paulo e Grêmio com três troféus.

    A conquista do torneio sul-americano garante ao Palmeiras uma vaga no Mundial de Clubes da Fifa, que já começa a ser disputado nesta quinta-feira (4), no Qatar.

    O primeiro compromisso do time paulista será na semifinal no domingo (7), contra o vencedor do duelo entre Tigres, do México, e Ulsan, da Coreia do Sul. Na outra chave, o campeão europeu Bayern de Munique, da Alemanha, encara o vencedor da eliminatória entre Al Duahil, do Qatar, e Al Ahily, do Egito. Os vencedores das duas chaves se enfrentarão na grande final no dia 11, no estádio Cidade da Educação, em Al Rayyan, no Qatar.

    Mais:

    UEFA: Campeonato Europeu de Futebol acontecerá em 12 cidades de 11 de junho a 11 de julho de 2021
    Polêmica: jogos de futebol podem ser retomados no Brasil em meio à pandemia de COVID-19
    80 anos de Pelé: 9 momentos inesquecíveis do rei do futebol
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar