15:52 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    140
    Nos siga no

    O seis vezes campeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, afirmou que entrará em quarentena voluntária e não fará teste para saber se tem coronavírus porque há outras pessoas que precisam de mais atenção.

    O britânico de 35 anos disse que decidiu se isolar porque esteve no mesmo evento que o ator Idris Elba e a esposa do primeiro-ministro canadense, Sophie Gregoire-Trudeau.

    Elba e Gregoire-Trudeau testaram positivo para COVID-19.

    "Quero que você saiba que estou indo bem", disse Hamilton em comunicado obtido pela agência de notícias AFP. "Houve especulações sobre minha saúde, depois que estive em um evento em que duas pessoas mais tarde deram positivo para coronavírus. Não tenho sintomas e já se passaram 17 dias desde que vi Sophie e Idris. Entrei em contato com Idris e fico feliz em saber que ele está bem."

    Hamilton está isolado desde sexta-feira passada e afirmou que conversou com seu médico sobre a decisão de fazer o teste ou não. Segundo o piloto, há pessoas "que precisam mais".

    O início da temporada de Fórmula 1 foi adiado por conta da pandemia de coronavírus. A competição teria começado dia 14 de março e a previsão atual, que pode ser alterada, é que ela seja retomada em 7 de junho.

    Mais:

    Cientistas britânicos descobrem anticorpos que dão esperança ao tratamento do coronavírus
    Atuação de Bolsonaro na crise do coronavírus poderia ditar seu futuro político?
    Pentágono coloca 2.600 militares na Europa em quarentena após 35 casos de coronavírus
    Maduro: Rússia irá enviar ajuda humanitária à Venezuela para combater coronavírus
    Além de ser mortal, coronavírus poderia esvaziar supermercados no mundo?
    Maranhão registra 1º caso do coronavírus
    Tags:
    Fórmula 1, Lewis Hamilton
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar