11:40 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional (COI) reafirmou hoje o seu total compromisso de garantir o sucesso dos próximos Jogos Olímpicos de Verão dentro das datas previstas, de 24 de julho a 9 de agosto de 2020.

    A declaração, publicada no site oficial do COI, leva em conta as atuais preocupações mundiais em torno do surto do novo coronavírus, que já contaminou dezenas de milhares de pessoas em praticamente todos os continentes. 

    Comunicado do Conselho Executivo do COI sobre o coronavírus (COVID-19) e os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

    ​Nesta terça-feira, autoridades do país-sede, o Japão, acenaram para a possibilidade de adiar o evento para o final do ano. As Olimpíadas de Tóquio estão sendo ameaçadas por uma rápida expansão do vírus, que já contaminou 274 pessoas e matou ao menos 12 no Japão, levando à suspensão da maioria das competições esportivas e eventos relacionados aos Jogos Olímpicos no país.

    De acordo com a ministra Seiko Hashimoto, responsável pela organização das Olimpíadas, o contrato assinado junto ao COI só especifica que os Jogos devem ser realizados em 2020, sem fazer menção a uma data obrigatória.

    "O COI tem o direito de cancelar os Jogos apenas se não forem realizados em 2020", disse Hashimoto, citada pela mídia japonesa. "Isso pode ser interpretado como significando que os Jogos podem ser adiados desde que sejam realizados durante o calendário anual."

    O Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional, por sua vez, afirma que vem acompanhando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a COVID-19 e que tem trabalhado para que as competições sejam realizadas dentro do calendário previsto. 

    "Todas as partes interessadas continuam a trabalhar juntas em estreita consulta para enfrentar os desafios impostos pela disseminação do coronavírus. O Conselho Executivo do COI incentiva todos os atletas a continuarem sua preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020", diz a nota do Comitê. 

    ​Presidente [Thomas] Bach: "O COI permanece totalmente comprometido com o sucesso dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Encorajo todos os atletas a se prepararem para os Jogos com 'força total'."

    Essa posição foi reforçada nesta tarde, em coletiva de imprensa, pelo porta-voz do COI, Mark Adams, segundo o qual todas as informações disponibilizadas pelas autoridades competentes até o momento indicam que as Olimpíadas devem ser realizadas conforme o planejamento feito.

    "Como vocês sabem, não há sequer uma proibição internacional de viagens e ainda não há uma pandemia anunciada. Todo o conselho que estamos recebendo é que os Jogos podem seguir e seguirão em frente", declarou Ryan.

    Mais:

    COI descarta incluir eSports em Olimpíadas de 2024: 'Muito violento'
    Tóquio bane cigarro na iminência dos Jogos Olímpicos
    'Rei Arthur' confirma propina para escolha do Rio como sede das Olimpíadas
    Tags:
    COVID-19, Japão, novo coronavírus, Olimpíadas, Jogos Olímpicos, Comitê Olímpico Internacional, Comitê Olímpico, COI, Comitê Organizador Tóquio 2020, Tóquio 2020, Tóquio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar