12:20 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno 2018 em PyeongChang

    COI restitui direitos do Comitê Olímpico da Rússia, diz fonte

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Esportes
    URL curta
    130

    O Comitê Olímpico Internacional (COI) restituiu os direitos do Comitê Olímpico da Rússia na organização que foram suspensos em 5 de dezembro do ano passado, dois meses antes do início dos Jogos Olímpicos de Inverno em PyeongChang, disseram à Sputnik várias fontes sem mútuas relações.

    Em 5 de dezembro, o Comitê Executivo do COI tomou a decisão de suspender o Comitê Olímpico da Rússia. Os atletas russos receberam a permissão de participar das Olimpíadas em PyeongChang sob a designação de Atletas Olímpicos da Rússia (OAR) e sob bandeira olímpica.

    A decisão foi tomada com base nos trabalhos da Comissão do COI sob a direção de Denis Oswald e Samuel Schmid, que testaram novamente as amostras de doping dos atletas russos dos Jogos Olímpicos de 2014 em Sochi e analisavam a informação sobre a "interferência governamental" no sistema russo antidoping.

    No relatório de Schmid foi notado que não foram encontradas provas do apoio ao "sistema de doping" por parte dos órgãos supremos da Rússia. As autoridades russas várias vezes refutavam essas acusações.

    Nos Jogos Olímpicos de 2018, os atletas russos conquistaram 2 medalhes de ouro, 6 de prata e 9 de bronze.

    Mais:

    Rússia recuperará em breve sua posição no COI
    Associação dos EUA anuncia boicote à final da Copa do Mundo de Biatlo na Rússia
    Medalhista russo em PyeongChang é acusado de doping: 'Extremamente decepcionante', diz COI
    Tags:
    esporte, relatório, doping, direito, Jogos Olímpicos de Inverno 2018, COI, Denis Oswald, Samuel Schmid, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik