20:34 01 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    642
    Nos siga no

    O meio-campista da Juventus Blaise Matuidi relatou ter sofrido racismo enquanto disputava o Campeonato Italiano pelo segundo final de consecutivo.

    "Passei por racismo durante a partida. Pessoas fracas tentam intimidar com o ódio. Eu não odeio e só posso lamentar aqueles que promovem maus exemplos", disse o jogador no Facebook sobre a partida contra o Cagliari.

    O incidente ocorre após o time responsável pelo estádio em que o primeiro caso de racismo ocorreu, Hellas Verona, ter sido multado em 20 mil euros pelos cânticos racistas de sua torcida.

    Matuidi afirmou "o futebol é uma maneira de espalhar a igualdade, paixão e insipiração e é por isso que estou aqui".

    Filho de um pai angolano e uma mãe do Congo, o meio-campista nasceu na França e defende a seleção francesa.

    Mais:

    Globo demite William Waack após caso de racismo
    Contra racismo, jogadores do Hertha Berlim ficam de joelhos no Campeonato Alemão
    'Troca de pele' de propaganda da Dove levanta acusações de racismo (FOTOS, VÍDEO)
    Ativistas marcham de Charlottesville a Washington em protesto contra o racismo
    ONU: xenofobia e racismo crescem nos EUA
    Rússia cria organismo para combater racismo e discriminação no futebol e distribui multas
    Evo Morales acusa autoridades chilenas de racismo
    Tags:
    França, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar