10:17 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    241
    Nos siga no

    A Rússia está mais do que preparada para receber a Copa das Confederações neste ano e a Copa do Mundo de 2018, declarou em entrevista exclusiva para a Sputnik o jogador brasileiro do CSKA de Moscou Vitinho, que mora na capital russa há cinco meses.

    "A organização é fantástica e esse é o principal aspecto que deve ser levado em consideração em uma Copa do Mundo. [Os russos] se prepararam antes, as obras já foram concluídas, as ruas estão prontas, o metrô que move as pessoas, os aeroportos […] a Rússia está de parabéns", comentou Vitinho.

    Vitinho, cujo nome completo é Victor Vinícius Coelho dos Santos, é atacante do time russo. Ele deixou sua cidade natal, Rio de Janeiro, para jogar em um dos principais times da capital russa, com contrato assinado até 2020.

    O jovem jogador garante que foi muito bem recebido no CSKA, clube moscovita que há quase 10 anos contou com participação de, entre outros, mais um jogador brasileiro, o famoso Vagner Love.

    "Em Moscou, faz bastante frio, mas eu acho que é uma coisa mais psicológica […] para mim, não é problema; se faz calor, ok, se faz frio, também não me importo muito, não é dificuldade para mim", disse o jogador, que chegou à Rússia em janeiro, em pleno inverno do hemisfério norte, enquanto o Brasil se encontrava no verão austral.

    De fato, o clima moscovita não é algo novo para Vitinho, que já tinha jogado no CSKA nas temporadas de 2013-2014 e 2014-2015 após seu time anterior Internacional de Porto Alegre concordar com a façanha.

    Além de se sentir confortável no ambiente profissional o jogador destaca o apoio da torcida do CSKA, assim como a qualidade de vida que oferece Moscou, em comparação com a do Rio de Janeiro.

    "Consigo andar tranquilamente na rua, no Rio de Janeiro é muito difícil, me sinto mais seguro em Moscou", confessou Vitinho.

    Mesmo faltando mais de um ano para a Copa do Mundo 2018, o jogador do CSKA faz suas previsões sobre os resultados e acredita que depois de a seleção brasileira perder de 7-1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014, este é o momento para a "canarinha" voltar para o topo do futebol mundial.

    "Temos uma expectativa muito grande, há uma boa sequência com o treinador Adenor Leonardo Bacchi, [conhecido como Tite], o time está jogando muito bem, os jogadores se entendem", destacou Vitinho.

    Vitinho lembra também que a seleção liderada por Neymar conseguiu a medalha de ouro nos últimos Jogos Olímpicos e, além disso, alcançou a vitória no mágico estádio do Maracanã, virando a página das criticas da FIFA quanto ao estádio (Federação Internacional de Futebol Associado) em 2014.

    "Depois de 15 anos [sem ganhar a Copa], já está na hora de ganhar de novo", apostou o jogador.

    A Rússia será sede, entre 17 de junho e 2 de julho de 2017, da Copa das Confederações e, em 2018, vai receber a Copa do Mundo, o torneio mais importante da FIFA.

    A Copa do Mundo será realizada entre 14 de junho a 15 de julho de 2018 em 11 cidades russas.

    Mais:

    Berlim aconselha separar esporte da política em relação à Copa do Mundo 2018
    Rússia apresenta sua 'vuvuzela' para Copa de 2018
    FIFA elogia a preparação da Rússia para a Copa do Mundo 2018
    Miss Bumbum brasileira assistirá à Copa do Mundo na Rússia e acredita na seleção russa
    Tags:
    futebol, Copa do Mundo de 2018, Copa das Confederações, CSKA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar