04:58 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    123
    Nos siga no

    A agência russa R-Sport, citando o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, informou que a famosa patinadora russa Adelina Sotnikova pode ser privada do seu ouro olímpico em patinação individual.

    Em dezembro, foi tornada pública a segunda parte do relatório do chefe da comissão independente da Agência Mundial Antidoping (WADA), Richard McLaren. O documento destaca que mais de 1.000 esportistas russos foram envolvidos na manipulação com testes de doping em 30 diferentes modalidades esportivas em diferentes competições.

    De acordo com a mídia italiana, a vencedora do ouro olímpico do ano 2014 Angelina Sotnikova está entre os esportistas que poderiam ter usado doping. Ao mesmo tempo, não foi especificado se se trata de teste positivo para doping ou de manipulação com testes.

    O jornal citado pela agência russa sublinha também que o teste de urina de Sotnikova foi negativo para medicamentos proibidos. Mas La Gazzetta dello Sport informa que a proveta com o teste da campeã olímpica tem um arranhão que poderá indicar sobre possível abertura do tubo e manipulações da amostra.

    Nas Olimpíadas de Sochi em 2014 Angelina Sotnikova a ganhou ouro na patinação individual, se tornando a primeira vencedora russa na história da patinação feminina individual em Jogos Olímpicos. Na altura Sotnikova tinha 17 anos de idade.

    A medalha de prata foi para a coreana Yuna Kim e a de bronze para a italiana Carolina Kostner.

    Mais:

    Bateu recorde! Em modalidade de hipocrisia
    Interpol se junta à WADA em novo projeto de combate ao doping
    Tags:
    patinação artística, esporte, Olimpíadas, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar