10:10 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Maracanã recebe cerimônia de abertura oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016

    Zico faz homenagem à Chapecoense no Maracanã

    © Getty Images/Buda Mendes
    Esportes
    URL curta
    124510

    O Maracanã terá na noite desta quarta-feira a 13.ª edição do Jogo das Estrelas, reunindo com fins beneficentes os grandes nomes do futebol. O evento é organizado pelo ex-craque Zico e por seu filho mais velho, Júnior, que falou à Sputnik Brasil.

    "A renda [do Jogo das Estrelas] é toda revertida para instituições de caridade", revela Júnior. "A gente já chegou a ajudar, em 2009, cerca de 30 instituições de caridade de uma vez só."

    Arthur Antunes Coimbra Júnior lembra que este ano aconteceu a tragédia da Chapecoense: "Então, nós vamos tentar ajudar, de alguma maneira, as vítimas e as famílias das vítimas."

    "O Jogo das Estrelas sempre teve caráter beneficente", conta Júnior. "Nos primeiros três anos, nós pedíamos ao público para trazer alimentos não perecíveis. O Jogo acontecia num espaço pequeno, o CFZ (Centro de Futebol Zico). Mas, com o tempo, o evento foi crescendo e nós passamos a realizar o Jogo das Estrelas em estádios e cobrando ingresso, o que foi até melhor, porque as instituições beneficiárias preferem receber as doações em dinheiro, já que precisam comprar ambulâncias, muito material, e fica bem mais fácil assim."

    O filho do craque Zico mostra seu regozijo porque "em todos esses anos de Jogo das Estrelas nós conseguimos fazer o Bem, podendo agradar muitas pessoas. Já pudemos, inclusive, assistir populações de muitas cidades atingidas por tragédias. Então, é um trabalho muito bem feito. A partir de fevereiro de 2017, meu pai e eu iremos às instituições para que Zico faça a entrega pessoal dos cheques com os valores arrecadados pelo Jogo das Estrelas de 2016. É, enfim, um trabalho muito bonito, e a gente fica muito feliz em poder ajudar a tantas pessoas."

    As duas equipes que se enfrentam no Jogo das Estrelas usam no centro do peito das camisas o escudo da Chapecoense, cuja delegação – à exceção dos jogadores Jackson Folmann (goleiro), Neto (zagueiro) e Alan Ruschel (lateral) – morreu na tragédia de 29 de novembro, quando o avião que a conduzia, com os jornalistas que iriam cobrir a partida contra o Atlético Nacional, caiu na região montanhosa de Medellín, na Colômbia.

    Também serão homenageados nomes famosos ligados ao futebol, como o ex-jogador e ex-técnico Carlos Alberto Torres (o capitão da Seleção Brasileira tricampeã na Copa do Mundo do México em 1970) e o jornalista Raul Quadros, ambos falecidos neste ano.

    Entre os jogadores confirmados para o Jogo das Estrelas desta quarta-feira estão:

    Neymar (Barcelona), o uruguaio Loco Abreu (Bangu), Renato Augusto (Beijing Guoan), Réver (Flamengo), Juan (Flamengo), Diego Souza (Sport), Camilo (Botafogo), Falcão (futsal), Aldair, Muralha (Flamengo), Sheik (ex-Flamengo), Richarlyson (FC Goa), Rafinha (Bayer de Munique), Paulo, Wendell Lira (Prêmio Puskas), Roger Guedes (Palmeiras), Rodrigo Pimpão (Botafogo), Alecsandro (Palmeiras), Vitinho (Internacional), Marinho (Flamengo), Camilo (Botafogo) e o goleiro Weverton Pereira (Atlético-PR).

    Além destes, participam ex-jogadores como o argentino Sorín, o alemão Bernd Schuster, Renato Gaúcho (atual técnico do Grêmio), Aldair, Júnior, Amaral, Marcos Assunção, Denilson e André Santos, e ainda os artistas Suel (Imaginasamba), Sandami (Sambô), Fred (youtuber) e Carlinhos (Mendigo).

    Tags:
    doação, chapecoense, solidariedade, futebol, Carlos Alberto Torres, Neymar, Zico, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik