16:41 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O presidente russo, Vladimir Putin felicita esgrimista Yana Egorian durante a cerimônia para medalhistas olímpicos russos no Kremlin em Moscou, 25 de agosto, 2016

    Putin: desqualificação da equipe paralímpica está fora da lei e moralidade

    © REUTERS/ Maxim Shemetov
    Esportes
    URL curta
    851

    No encontro com os vencedores olímpicos no Kremlin, o presidente russo Vladimir Putin anunciou que a Rússia não vai aceitar nenhumas acusações sem provas convincentes.

    "A decisão de desqualificar a equipe paralímpica está fora da lei e moralidade. É cínico se desforrar e descarregar o rancor sobre aqueles para quem o esporte é o sentido da vida, sobre quem através do seu exemplo dá esperança e fé nas suas capacidades a milhões de pessoas com deficiência. Sinto muita pena daqueles que tomam essas decisões, porque eles não podem deixar de entender que isso é humilhante para eles próprios."

    O presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC em inglês) suspendeu no dia 7 de agosto a participação da seleção russa nos Jogos Paralímpicos, que vão ser realizados de 7 a 18 de setembro. O CPR (Comitê Paralímpico Russo) apresentou uma apelação à Corte de Arbitragem do Esporte (CAS) que foi declinada em 23 de agosto.

    Assim, testemunhamos como os ideais olímpicos são espezinhados de uma maneira impudente, afirmou Putin e adicionou que a Rússia vai continuar lutando pela limpeza no esporte.

    Além disso, Putin prometeu realizar uma competição especial onde os esportistas paralímpicos vão mostrar suas qualificações. Os prémios e compensações serão equivalentes aos dos Jogos no Rio, disse ele.

    Delegação russa nas Paralimpíadas de Londres
    © Sputnik/ Anton Denisov
    Felicitando a equipe olímpica da Rússia pelo seu desempenho nos Jogos, o presidente russo afirmou:

    "Quero agradecer a vocês [a equipe olímpica] por terem passado com dignidade por estas provas muito difíceis. Vocês mostraram a mais elevada mestria, revelaram a vossa maior força de vontade e confirmaram as posições sólidas da Rússia no esporte mundial."

    Com os esportistas do atletismo da Rússia proibidos de participar dos Jogos Olímpicos no Rio, o país terminou em quarto lugar na classificação geral, atrás dos EUA, Grã-Bretanha e China. O país ganhou 19 medalhas de ouro, 18 de prata e 19 de bronze.

    Mais:

    Bielorrússia é proibida de carregar bandeira russa na abertura da Paralimpíada Rio-2016
    Campanha anti-Rússia pode prejudicar EUA a sediar as Olimpíadas em 2024
    Cuidado! Política pode desfazer seus sonhos
    Tags:
    equipe paralímpica russa, Paralimpíada, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik