15:17 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    270
    Nos siga no

    O preço de uma medalha olímpica é muito inferior em comparação ao seu valor simbólico e emocional. Porém, a maioria dos países oferece aos atletas, que conquistam o pódio, recompensas.

    Na América Latina, o país que oferece os prêmios mais altos é o México. A Comissão Nacional da Cultura Física e do Esporte oferece a cada atleta cerca de 160.000 dólares (R$ 560 mil) por cada medalha de ouro, 106.000 (R$ 370 mil) pela de prata e 53.000 (R$ 190 mil) pela de bronze.

    Os argentinos que conseguirem conquistar a medalha de ouro no Rio 2016 receberão 75.000 dólares (R$ 260 mil), enquanto os treinadores deles — 18.750 (R$ 65 mil). Se o esporte é coletivo, a equipe deve distribuir entre os seus membros a quantia de 350.000 dólares (R$ 1,2 milhão). Medalhistas de prata receberão 35.000 dólares (R$ 120 mil) cada, enquanto os seus treinadores — 8.750 (R$ 30 mil). Finalmente, por medalha de bronze, os atletas receberão 25.000 dólares (R$ 90 mil).

    Colômbia recompensa por medalhas de ouro 56.700 dólares (R$ 200 mil), pelas de prata — 33.000 (R$ 130 mil) e pelas de bronze — 23.400 (R$ 80 mil), de acordo com a Coldeportes, organização nacional dedicada a promover o esporte.

    Os atletas chilenos, que conquistarão ouro no Rio 2016, receberão 51.000 dólares (R$ 180 mil) do Instituto Nacional do Esporte. Se ganhar prata, o atleta receberá 41.000 dólares (R$ 140 mil) e se alcançar a terceira colocação — 27.900 dólares (R$ 100 mil).

    Bolívia nunca ganhou uma medalha olímpica. Por essa razão, o presidente Evo Morales ofereceu 50.000 (R$ 175 mil), 40.000 (R$ 140 mil) e 30.000 (R$ 105 mil) dólares para 12 atletas bolivianos que conseguirem, nas competições, medalhas de ouro, prata ou bronze.

    O anfitrião da Olimpíada, Brasil, ocupa uma das últimas posições, oferecendo aos ganhadores de medalhas, sejam elas de ouro, prata ou bronze, uma quantia de 11.000 dólares (R$ 40 mil) por medalha.

    Judoca brasileira Rafaela Silva
    © AP Photo / Markus Schreiber / Associated Press
    Fora da América Latina, o país que premia mais os seus desportistas é Singapura. A nação asiática paga 755.900 dólares (R$ 2,6 milhões) por cada ouro. Rússia paga 61.000 dólares (R$ 210 mil) pelo ouro, 38.000 (R$ 130 mil) pela prata e 26.000 (R$ 90 mil) pelo bronze. EUA oferecem 25.000 dólares (R$ 90 mil) por medalha de ouro, 15.000 (R$ 50 mil) pela prata e 10.000 (R$ 35 mil) pelo bronze.

    O caso mais curioso é o da Suécia, que não paga qualquer recompensa, considerando que atletas devem manter o espírito amador dos Jogos Olímpicos. Ao invés de recompensas, os atletas recebem ursos de pelúcia.

    Tema:
    Rio 2016 (253)

    Mais:

    Brasileiros e estrangeiros mostram sentimentos misturados em relação ao Rio Olímpico
    Rio 2016: classificação inédita do Brasil para finais do handebol masculino
    Jornal The Washington Post critica o Rio de Janeiro das Olimpíadas
    Tags:
    medalha, ouro, esporte, Jogos Olímpicos, Rio 2016, América Latina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar