15:10 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Vila Olimpica 2

    Consertos na Vila Olímpica custaram 20 milhões de reais

    Alex Ferro/Rio 2016/Divulgação
    Esportes
    URL curta
    230601

    Até esta sexta-feira, 5, os consertos na Vila Olímpica, na Zona Oeste do Rio, custaram mais de R$ 20 milhões. As informações foram divulgadas pelo Comitê Rio 2016, e os gastos se referem a pagamento de mão de obra terceirizada e à compra de materiais.

    O alojamento dos atletas recebeu várias críticas desde a sua inauguração, em 24 de julho.

    A delegação da Austrália foi a que mais criticou a Vila. A chefe de missão do país nos Jogos, Kitty Chiller, afirmou que o alojamento estava "inabitável". Outras delegações também fizeram críticas, embora não tenham sido tão veementes quanto as da Austrália. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, teve de se desculpar com os australianos após dizer que iria colocar um canguru no local para que eles se sentissem em casa.

    Responsáveis pelo Comitê Rio 2016 informaram nesta sexta-feira que estão avaliando a possibilidade de negociar com o consórcio da Ilha Pura, responsável pela construção da Vila Olímpica, para que a conta seja repartida se ficar demonstrado que as construtoras também tiveram responsabilidade.

    Mais:

    Bandeira da Rússia é hasteada na Vila Olímpica
    Porta-bandeira italiana chega à Vila Olímpica
    Incêndio na Vila Olímpica assusta delegação da Austrália
    Nuzman diz que chegada antecipada de atletas à Vila Olímpica atrapalhou reparos finais
    Vila Olímpica é reprovada por delegações estrangeiras
    Tags:
    canguru, Olimpíadas, Jogos Olímpicos, Rio 2016, Ilha Pura, Comitê Rio 2016, Kitty Chiller, Eduardo Paes, Barra da Tijuca, Austrália, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik