01:50 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Atletismo russo

    Nota do comitê organizador da Rio 2016 defende tolerância zero em doping de atletas

    Kiril Kudryatsev/AFP
    Esportes
    URL curta
    901

    A recomendação divulgada nesta segunda-feira, 18, pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), para banimento de todos os atletas russos nas competições internacionais e dos Jogos Olímpicos da Rio 2016, repercutiu de forma imediata no Brasil. O Comitê Organizador dos Jogos no país enviou a seguinte nota oficial à Sputnik Brasil:

    "Estando prontos para receber os melhores atletas do mundo para os Jogos Rio 2016, nós sentimos que é muito importante que nós ressaltemos nossa posição sobre o doping. Primeira e principalmente, a Rio 2016 apoia a política de tolerância zero do COI em relação a atletas que buscam trapacear através do doping. Em segundo lugar, nós temos o firme compromisso de proteger os atletas limpos. Eles são os melhores exemplos para futuras gerações. Nós vamos trabalhar arduamente junto ao COI e nossos parceiros em nossa obsessão de prover Jogos limpos, entregando plenos esforços para apresentar os Jogos que a sociedade brasileira merece e que serão inaugurados em 5 de agosto com uma celebração mágica do esporte e da transformação.” 

    A nota do comitê foi dada em resposta ao relatório de 103 páginas, produzido pelo professor e advogado esportivo Richard McLaren que, baseado em declarações do ex-diretor do laboratório antidoping russo, Grigory Todchenkov, afirmou que, nos Jogos de Sochi em 2014, a fraude era diretamenta controlada e supervisionada pelo Ministério dos Esportes da Federação Russa, com a assistência de laboratório de Sochi e de agências governamentais, como a FSB, de segurança nacional, sucessora do antigo KGB.

    Nesta terça-feira, 19, o Comitê Olímpico Internacional (COI) deve se pronunciar sobre a manutenção ou exclusão da delegação russa na Rio 2016.

    Mais:

    Forças de segurança simulam exercício para abertura dos Jogos Rio 2016
    Rio 2016 receberá a maior delegação já enviada pela China
    Tags:
    banimento, atletas russos, Rio 2016, doping, Olimpíadas, Serviço Federal de Segurança (FSB), Comité Olímpico Internacional (COI), Wada, Richard McLaren, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar