20:02 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Maria Sharapova

    Nunca se renda: Sharapova estuda como tornar-se magnata empresarial

    © REUTERS / Tony O'Brien Livepic
    Esportes
    URL curta
    241
    Nos siga no

    Maria Sharapova não se rendeu após a punição de dois anos de afastamento do tênis profissional. Ela surpreendeu mais uma vez e entrou na escola de gestão da Universidade de Harvard, nos EUA.

    A tenista postou em sua página oficial no Twitter uma foto no campus da universidade com a  legenda: 

    "Não sei bem como isso aconteceu, mas 'Hey Harvard!' Mal posso esperar para iniciar o curso".

    Maria Sharapova já tem experiência nos negócios. Em 2012 ela lançou a marca de chocolate “Sugarpova” que, segundo as avaliações, deve lhe trazer $20 milhões de receita.

    Em 2015, Maria Sharapova enfrentou a tcheca Petra Kvitova na Copa da Federação
    © Sputnik / Anton Denisov
    ​A Universidade de Harvard ocupou pela sexta vez o primeiro lugar no ranking das universidades mais prestigiosas do mundo (The World University Rankings), segundo a edição britânica Times Higher Education.

    A l Internacional do Tênis (ITF, na sigla em inglês) desclassificou a tenista por dois anos, com início a 26 de janeiro de 2016, por ter usado meldomium, substância que passou a ser proibida apenas a 1 de janeiro deste ano.

    Mais:

    Ainda não é o fim: WADA estuda decisão de suspender Sharapova
    Fabricante de chocolate se orgulha de apoiar Sharapova
    Nike rompe vínculo com Sharapova após revelação de exame antidoping
    Tags:
    tênis, Universidade de Harvard, Maria Sharapova, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar