05:45 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    201
    Nos siga no

    O jornalista alemão Hajo Seppelt, responsável por vários documentários para a rede ARD sobre doping no esporte russo, anunciou neste sábado o lançamento de sites semelhantes ao WikiLeaks para revelar casos de doping.

    “Amanhã serão lançados o sportsleaks.com e o dopingleaks.com. Em diferentes idiomas. Para denúncias no esporte”, escreveu Seppelt no Twitter.

    Na véspera, o canal ARD anunciou um novo documentário de Seppelt, “Showdown for Russia”, no qual o ex-chefe do laboratório antidoping de Moscou, Grigori Rodchenkov, acusa a assessoria do ministro do Esporte russo, Natalia Zhelanova, de haver destruído o potencial da RUSADA, a agência russa antidoping.

    Rodchenkov afirma também que Zhelanova, junto o ministro do Esporte, Vitali Mutko, tentou influenciar o presidente da Agência Mundial Antidoping (WADA) a encerrar a investigação aberta contra a Rússia.

    Em novembro de 2015, a WADA acusou a Rússia de violar o regulamento antidoping e recomendou à IAAF, federação internacional que controla o atletismo, que banisse atletas russos de várias competições, inclusive dos Jogos Olímpicos Rio 2016. 

    A participação russa nos Jogos Rio 2016 será decidida durante a reunião da IAAF em 17 de junho, em Viena.

    Mais:

    Copa do Mundo FIFA de 2018 é uma das razões para o escândalo de doping
    Putin: Rússia apoia investigações sobre acusações de doping
    Maria Sharapova é suspensa por 2 anos
    Tags:
    denúncia, doping, RUSADA, WADA, Vitaly Mutko, Hajo Seppelt, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar