05:41 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Maria Sharapova

    Fabricante de chocolate se orgulha de apoiar Sharapova

    © Foto/ Maria Sharapova/Facebook
    Esportes
    URL curta
    Escândalo de doping (30)
    7110
    Nos siga no

    A Baron Chocolatier anunciou que não seguirá os passos de alguns grandes patrocinadores de Maria Sharapova e seguirá adiante com o lançamento de uma nova linha de chocolates premium para a marca ”Sugarpova”.

    “Maria é um exemplo para milhões de pessoas e é uma mulher de integridade”, declarou Christopher Mattina, vice-presidente sênior da Baron Chocolatier, ao jornal britânico The Guardian.

    “Acreditamos que ela cometeu um erro e merece o crédito por se abrir e falar sobre isso. Esperamos que ela possa jogar tênis novamente, mas de qualquer modo ficamos orgulhosos por estar ao lado de Maria a apoiá-la nesta empreitada.”

    No dia 7 de março, Maria Sharapova convocou uma entrevista coletiva para anunciar que havia testado positivo em um exame antidoping realizado durante o Australian Open, em janeiro, para a substância proibida meldonium.

    A Agência Mundial Antidoping (WADA) incluiu o meldonium na lista de substâncias proibidas em 1º de janeiro de 2016. Na última sexta-feira, a agência revelou que já registrou 99 testes positivos para meldonium em diferentes modalidades desde o início do ano.

    Patrocinadores como Nike, Tag Heuer e Porsche se manifestaram publicamente contra a russa, inclusive suspendendo relações com a tenista ex-número 1 do mundo. A fabricante de raquetes Head, por sua vez, manteve-se ao lado de Sharapova.

    “Questionamos a decisão da WADA de incluir meldonium na lista de substâncias proibidas da maneira que fizeram; acreditamos que o correto teria sido apenas impor um limite de dosagem”, declarou a empresa.


    Tema:
    Escândalo de doping (30)

    Mais:

    Sharapova confessa uso de substância proibida
    Tags:
    patrocinadores, positivo, doping, meldonium, Australian Open, Wada, Tag Heuer, Porsche, Nike, Head, Baron Chocolatier, Maria Sharapova, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar