20:59 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    17130
    Nos siga no

    O Lokomotiv Moscou decidiu aplicar uma multa de 300 mil euros ao meio-campista Dmitry Tarasov, pela exibição, na última terça-feira, no estádio Şükrü Saraçoğlu, em Istambul, de uma camisa com a foto de Vladimir Putin e uma legenda dizendo que o presidente russo seria o mais educado, numa clara provocação ao líder turco, Recep Tayyip Erdoğan.

    O polêmico incidente, ocorrido logo após a derrota do time moscovita por 2 a 0 para o Fenerbahçe, em partida válida pelas oitavas de final da Liga Europa, provocou forte indignação por parte da diretoria do clube, contra o qual a União das Federações Europeias de Futebol (UEFA) decidiu abrir um processo disciplinar, que será julgado no próximo dia 17.

    "A liderança do Lokomotiv ficou tão decepcionada com o incidente em Istambul que tomou a decisão extrema de impor as sanções mais graves da história do clube", afirmou uma fonte anônima ao R-Sport. "Cerca de 300 mil euros serão deduzidos do salário de Tarasov e de todos os bônus que ele poderia ganhar em fevereiro".

    Mais:

    UEFA dá a vitória à Rússia em jogo interrompido contra Montenegro
    Tags:
    futebol, Liga Europa, Lokomotiv Moscou, Fenerbahçe, R-Sport, UEFA, Dmitry Tarasov, Recep Tayyip Erdogan, Vladimir Putin, Istambul, Turquia, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar