13:15 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Notas são atiradas sobre o ex-presidente da FIFA, Joseph S. Blatter

    Coca-Cola e McDonald's pedem que Blatter deixe a FIFA 'imediatamente'

    © REUTERS / Arnd Wiegmann
    Esportes
    URL curta
    1211
    Nos siga no

    Dois dos principais patrocinadores da FIFA, Coca-Cola e McDonald's divulgaram comunicados nesta sexta-feira exigindo que Joseph Blatter deixe a presidência da entidade "imediatamente".

    Em suas declarações, as empresas deixaram claro que estão retirando o apoio ao dirigente, que já é investigado criminalmente. Sem o suporte das multinacionais, não se descarta uma renúncia no fim de semana.

    "Blatter deve renunciar imediatamente para que um processo sustentável de reforma seja realizado", pediu a Coca-Cola. "Acreditamos que seria de melhor interesse do esporte que Blatter deixe o cargo imediatamente para que um processo de reforma possa ocorrer com a credibilidade que se necessita", defendeu o McDonald's.

    Juntas, as duas empresas representam quase metade de toda a renda anual que a FIFA obtém de patrocinadores. "A cada dia que passa, a imagem e a reputação da FIFA continuam a ser afetadas", disse a Coca-Cola. "A FIFA precisa de uma reforma urgente e total e que apenas poderá ser realizada de uma forma verdadeiramente independente."

    Para a Coca-Cola, a Fifa precisa criar uma comissão independente que possa realizar a mudança e reconquistar a confiança do mundo do esporte.

    Mais:

    FIFA bane ex-vice-presidente de atividades relacionadas ao futebol
    Apostadores deixaram de acreditar na vitória de Michel Platini nas eleições da FIFA
    Platini é investigado e pode ser suspenso pelo Comitê de Ética da FIFA
    Zico questiona legitimidade de eleição na FIFA
    Tags:
    patrocinadores, presidente, saída, futebol, Copa do Mundo, Coca-Cola, McDonald's, FIFA, Joseph Blatter, Suíça, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar