23:24 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    103
    Nos siga no

    Mais um nome forte surge entre os possíveis candidatos a suceder Joseph Blatter na presidência da FIFA. O herdeiro e acionista controlador do grupo Hyundai, Chung Mong-joon, de 61 anos, afirmou que está estudando concorrer ao cargo nas eleições de fevereiro de 2016.

    Ex-vice-presidente da entidade, onde ficou por 17 anos até 2011, e principal articulador para a realização da Copa do Mundo de 2002 na Coreia do Sul, em conjunto com o Japão. Desde que deixou a FIFA, Mong-joon vem fazendo forte oposição a Blatter, a quem classificou como ditador em um livro de memórias.

    O empresário sul-coreano criticou a decisão do suíço de permanecer na presidência da federação até as próximas eleições. O magnata, parlamentar e ex-candidato presidencial em seu país disse que deixar Blatter planejar as reformas na FIFA é “uma piada”.

    Chung-joon afirmou que seria positivo uma liderança não-europeia para o futebol mundial. Ele disse que seria bom para a entidade respirar novos ares. Entre seus objetivos, caso se candidate e vença as eleições na FIFA, é melhorar a transparência contábil da entidade e fortalecer o futebol na Ásia e em outros locais onde o esporte possa crescer.

    Antes de oficializar sua candidatura, o empresário sul-coreano quer consultar outras lideranças do futebol e líderes de confederações regionais. Ele seria mais um nome entre os muitos que já manifestaram a possibilidade de assumir o cargo, como o presidente da UEFA, Michel Platini; o vice-presidente da FIFA e príncipe da Jordânia, Ali Bin al-Hussein; o presidente da Federação da Libéria, Musa Bility; e os ex-jogadores Zico, Figo, Diego Maradona e David Ginola.

    Sexto filho de Chung Ju-yung, o fundador do conglomerado Hyundai, Chung-joon é ainda membro da Assembleia Nacional da Coreia do Sul, presidente do Conselho da Universidade de Ulsan e fundador e presidente honorário do Instituto de Estudos Políticos Asan. Concorreu à presidência sul-coreana em 2002 e à prefeitura de Seul em 2014, sendo derrotado em ambas as vezes.

    Tags:
    Coreia do Sul, Seul, Ásia, Chung Mong-joon, Joseph Blatter, Michel Platini, Zico, Diego Maradona, Luis Figo, David Ginola, Ali bin al-Hussein, Musa Bility, FIFA, UEFA, Hyundai, Federação da Libéria, Universidade de Ulsan, Assembleia Nacional da Coreia do Sul, Copa do Mundo, candidatura, eleições, candidato, ditadura
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar