05:56 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Fedor Emelianenko, lutador russo do MMA.

    Fedor Emelianenko: "Último Imperador" volta a lutar

    © Sputnik/ Vadim Zhernov
    Esportes
    URL curta
    111753161

    Fedor Emelianenko, considerado o melhor lutador de todos os tempos, anunciou seu retorno às artes marciais mistas (MMA). "Para qualquer atleta, é importante estar apto a se concentrar no que mais gosta: dar tudo nos treinos, competir e defender a honra de sua terra", disse Emelianenko sobre o seu retorno.

    Para a alegria dos amantes do MMA a lenda do Pride (nome de uma série de campeonatos de MMA) decidiu mudar de ideia e voltar atrás da decisão de aposentadoria feita em julho de 2012 depois da vitória sobre Pedro Rizzo. De acordo com o site da União das Artes Marciais Mistas da Rússia, Fedor Emelianenko declarou que já contribuiu da melhor maneira possível para o esporte durante a sua ausência, e que agora é o momento certo para a sua volta.

    "Agora, sinto que é hora de voltar ao ringue. Eu consegui recuperar e curar lesões antigas. Nos últimos três anos eu estava mantendo a minha forma física, mas isso ainda não é o suficiente para competir no nível adequado. Por isso eu comecei a fazer treinamentos mais intensivos recentemente. Temos uma equipe de profissionais e atletas versáteis, que vão me ajudar a me preparar bem o suficiente. Além disso, vou tentar ajudar outros lutadores para crescer como profissionais. Eu tenho que fazer um grande trabalho para preparar a minha volta. Agora estamos no meio de negociações entre as empresas de promoção. Uma vez que os acordos forem alcançados, haverá informações sobre a data da luta e meu adversário".

    Vladimir Putin saúda Fedor Emelianenko antes do combate.
    © Sputnik/ Aleksey Nikolskyi
    Hoje com 38 anos, Fedor acumula 34 vitórias e apenas quatro derrotas em seu cartel, duas delas para brasileiros Fabrício Werdum e Antônio Pezão. Durante a sua carreira ativa no MMA entre 2000 e 2012, Fedor Emelianenko derrotou grandes nomes das artes marciais mistas como Rodrigo Minotauro, Mirko Crocop, Mark Coleman e outros.

    O "Último Imperador" (apelido de Emelianenko no Pride) fez história no extinto Pride, onde foi campeão na categoria dos pesados e ficou sem perder nenhuma luta entre abril de 2001 e novembro de 2009 (26 combates).  

    Tags:
    esporte, Fedor Emelianenko, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik