10:04 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    José Maria Marin, ex-presidente da CBF.

    EUA pedem a extradição de ex-presidente da CBF preso na Suíça

    Estadão Conteúdo / J. F. Diorio
    Esportes
    URL curta
    333
    Nos siga no

    A Justiça Federal da Suíça informou nesta quinta-feira (2) que os EUA pediram a extradição do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, e de mais seis dirigentes da FIFA presos em Zurique às vésperas das eleições para a entidade mundial acusados de uma série de casos de corrupção no futebol.

    Em poucas semanas, a Justiça suíça deverá decidir se aceita ou não os pedidos de extradição. Os sete estão presos por força de mandados de prisão expedidos pela justiça norte-americana. Eles fazem parte de um grupo de 14 dirigentes esportivos acusados de receberem propinas de mais de US$ 150 milhões nos últimos 24 anos.

    A investigação do FBI é paralela a uma outra da polícia suíça. Os procuradores norte-americanos apuram, segundo eles, um complexo esquema de lavagem de dinheiro, milhões de dólares em rendas não tributadas e dezenas de milhões em contas no exterior.

    Marin, de 83 anos, deverá ser convocado pela Justiça suíça para dar a sua versão sobre os crimes pelos quais é acusado. Posteriormente, os advogados do ex-presidente da CBF terão 14 dias para contestar a extradição, tempo que poderá ser prorrogado por igual período. Caso seja enviado para os EUA, ele poderá pegar uma pena de até 20 anos de prisão.

     

    Tags:
    desvio, corrupção, futebol, escândalo, pedido, extradição, prisão, Justiça Federal, FIFA, FBI, CBF, José Maria Marin, Suíça, Zurique, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar