09:18 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Assembleia extraordinária realizada pela CBF em 11 de junho

    CBF aprova alterações em seu estatuto

    Divulgação / CBF
    Esportes
    URL curta
    0 10

    Na assembleia extraordinária realizada ontem à noite no Rio de Janeiro, os representantes da Confederação Brasileira de Futebol e das 27 federações estaduais brasileiras chegaram a um acordo para alterar 11 pontos do estatuto da CBF.

    A mudança que chamou mais atenção é a que limitará o tempo de permanência do presidente no cargo a dois mandatos. Antes, não havia um prazo máximo para as eleições. Apesar das dúvidas de algumas autoridades e da imprensa sobre o início da validade dessa alteração, fontes da própria confederação garantiram que a norma passa a valer imediatamente, durante o mandato de Marco Polo Del Nero. 

    Outra mudança importante diz respeito aos contratos firmados pela entidade, que, para terem efeito, precisarão ter a assinatura também do diretor financeiro e do tesoureiro, e não apenas do presidente, como acontecia até agora. 

    Segundo o secretário-geral da organização, Walter Feldman, a decisão de mudar o estatuto não tem relação com os recentes episódios envolvendo a Fifa e o vice-presidente da CBF, José Maria Marin. Feldman argumenta que, muito antes desses escândalos de corrupção, o presidente Del Nero há vinha demonstrando a intenção de buscar mudanças. 

    A lista completa das novidades no estatuto pode ser conferida no site da Confederação Brasileira de Futebol: www.cbf.com.br. 

     

     

    Mais:

    CBF apresenta contratos ao Ministério Público
    Romário protocola pedido de CPI da CBF
    Polícia Federal fará busca na sede da CBF
    Fifa afasta José Maria Marin e mais dez investigados em casos de corrupção
    Tags:
    futebol, assembleia, estatuto, CBF, FIFA, José Maria Marin, Marco Polo Del Nero, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik