06:20 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona.

    Promotoria da Espanha pede prisão de presidente do Barcelona

    © AP Photo/ Manu Fernandez
    Esportes
    URL curta
    0 13511

    Mesmo com a vitória no super clássico contra o arquirrival Real Madrid, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, não tem o que comemorar. A promotoria anticorrupção da Espanha pediu a prisão do dirigente e de seu antecessor Sandro Rosell por crimes fiscais.

    Os promotores querem dois anos e três meses para o atual presidente e sete anos e três meses para o ex-ocupante do cargo pelos delitos praticados na aquisição do atacante brasileiro Neymar junto ao Santos. A promotoria também pediu para que o Barcelona pague € 22,2 milhões.

    Rosell é acusado de apropriação indébita pois teria informado valores inferiores ao real na negociação. Isto, segundo a promotoria espanhola, fez o fisco do país perder aproximadamente € 12 milhões. O clube informou que o jogador brasileiro fora contratado por € 57,1 milhões, mas o Ministério da Fazenda da Espanha estima que o custo correto chegou a € 94 milhões.

    Tags:
    Negociação, sonegação fiscal, promotoria, prisão, Santos, real madrid, FC Barcelona, Neymar, Sandro Rosell, Josep Maria Bartomeu, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik