08:12 27 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    031
    Nos siga no

    O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, disse hoje (27) na televisão estatal que o reino está em discussões para vender 1% da petrolífera estatal Saudi Aramco para uma companhia líder do setor de energia.

    Mohammed bin Salman afirmou que a Saudi Aramco, a maior empresa de petróleo do mundo listada na bolsa saudita no final de 2019, poderia vender mais ações, inclusive para investidores internacionais, dentro de um ou dois anos.

    Príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, durante cerimônia de graduação de cadetes em Riad, Arábia Saudita (foto de arquivo)
    © REUTERS / Casa Real Saudita
    Príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, durante cerimônia de graduação de cadetes em Riad, Arábia Saudita (foto de arquivo)
    "Há conversas agora para a aquisição de 1% das ações por uma companhia líder do mercado global de energia em um acordo importante que aumentaria as vendas da Aramco em [...] um grande país", disse Mohammed bin Salman, sem acrescentar mais detalhes.

    "Há negociações com outras empresas para diferentes participações, e parte das ações da Saudi Aramco poderia ser transferida para o Fundo de Investimento Público [saudita] e parte listada [...] na bolsa saudita", disse o príncipe herdeiro em entrevista exibida por uma emissora saudita para marcar o quinto aniversário do projeto de diversificação da economia do reino árabe, batizado de Visão 2030.

    Funcionário da petroleira saudita Aramco observa plataforma no campo petrolífero de al-Howta
    © AP Photo / John Moore
    Funcionário da petroleira saudita Aramco observa plataforma no campo petrolífero de al-Howta
    A oferta pública inicial da Saudi Aramco em 2019 foi vista como um pilar do programa de diversificação econômica que visa atrair investimentos estrangeiros à Arábia Saudita.

    A Saudi Aramco levantou $ 25,6 bilhões (cerca de R$ 140 bilhões) na Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês) e, depois, vendeu mais ações sob uma "opção verde", para aumentar o total para $ 29,4 bilhões (aproximadamente R$ 160 bilhões).

    Os rendimentos dessa oferta foram transferidos para o Fundo de Investimento Público (PIF, na sigla em inglês), o veículo de escolha do príncipe herdeiro para transformar a economia saudita e diversificá-la a partir das receitas do petróleo.

    Mais:

    Arábia Saudita anuncia pela 1ª vez venda de ações ao público da petroleira Aramco
    Ministro saudita pede à Saudi Aramco que aumente produção para 13 milhões de barris diários
    Houthis dizem ter lançado 17 drones para atacar refinarias da Aramco saudita
    Tags:
    Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, Saudi Aramco, economia, petróleo e gás
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar