18:00 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O Fundo Monetário Internacional (FMI) prognostica crescimento de 4,6% do PIB da América Latina e dos países caribenhos neste ano, de acordo com o relatório World Economic Outlook (WEO, na sigla em inglês) de abril.

    Assim, o FMI melhorou suas expectativas na dinâmica do índice em 0,5 ponto percentual, em comparação com o relatório de janeiro.
    A previsão de crescimento do PIB para 2022 constitui 3,1%, o que também é melhor do que as avaliações anteriores em 0,2 ponto percentual. No ano passado, em meio à pandemia, a economia dos países da região caiu 7%.

    A maior economia da América Latina – Brasil – crescerá 3,7% em 2021, aumento de 0,1% em relação à projeção de janeiro, após a queda de 4,7% em 2020.

    O maior aumento do PIB neste ano é esperado do Peru (8,5%), Chile (6,2%), Argentina (5,8%), Bolívia (5,5%), Colômbia (5,1%) e México (5%).

    O crescimento mais modesto é previsto para acontecer no Paraguai (4%), Uruguai (3%) e Equador (2,5%). A economia da Venezuela, segundo o relatório do FMI, cairá 10%.

    Mais:

    Boletim Focus: mercado financeiro faz previsões para a inflação e o PIB do Brasil
    PIB do Brasil menor que o dos vizinhos? Retomada depende da vacina, avisa especialista
    Carga tributária brasileira fica em 31,6% do PIB em 2020, menor patamar em 10 anos
    Tags:
    crescimento econômico, crescimento, FMI, PIB
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar