23:02 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta terça-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), avançou 0,25% em janeiro, após ter subido 1,35% em dezembro.

    Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 4,56%, acima dos 4,52% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em janeiro de 2020, a variação havia sido de 0,21%.

    O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, e se refere às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília.

    O valor desta terça-feira (9) é a menor taxa mensal desde agosto de 2020 (0,24%). As informações foram publicadas no portal oficial do IBGE.

    ​Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta em janeiro. A maior variação (1,02%) e o maior impacto (0,22%) vieram do grupo Alimentação e bebidas, de acordo do IBGE.

    O item que mais contribuiu para a inflação perder força em janeiro foi energia elétrica, que teve queda de 5,6% e representou o maior impacto negativo no índice do mês.

    Mais:

    Trabalhador que recusar vacina no Brasil pode ser demitido por justa causa
    Banco do BRICS libera R$ 5,4 bilhões ao Brasil para combate à COVID-19
    Sem clima? Bolsonaro exclui Hamilton Mourão de reunião com ministros
    Brasil: senador José Maranhão morre aos 87 anos após contrair COVID-19
    Tags:
    alimentos, custo, economia, Brasil, inflação, IPCA, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar