15:29 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    2510
    Nos siga no

    Países sancionados pelos Estados Unidos buscam reduzir a dependência do dólar e começam a usar outras moedas em transações comerciais com parceiros.

    As sanções norte-americanas poderiam ter um impacto negativo sobre o papel que dólar desempenha na economia global, escreve RT, citando relatório do Serviço de Pesquisa do Congresso (CRS, na sigla em inglês) dos EUA.

    "Muitos governos estrangeiros, alvos de sanções dos EUA, e parceiros econômicos estão estudando de forma cada vez mais ativa e criando condições para reduzir a sua dependência do dólar americano. Se os países mudarem para moedas alternativas, os EUA podem enfrentar uma série de consequências econômicas, incluindo custos de empréstimos mais elevados", lê-se no relatório do CRS.

    Analistas ressaltam que Washington tem usado cada vez mais o dólar como uma arma para fins de política externa, introduzindo restrições de acesso à moeda dos EUA e aos seus mercados financeiros a países como Irã, Venezuela e Rússia.

    Além disso, segundo especialistas, as restrições impostas podem ter uma série de consequências indesejáveis para os EUA como, por exemplo, retaliações de outros países.

    Assim, a proibição da Rússia de importação de produtos agrícolas afetou a indústria pesqueira do Alasca, bem como os produtores de maçãs e peras no estado de Washington, aponta documento.

    Anteriormente, chanceler russo, Sergei Lavrov, afirmou que considera a redução do uso de dólar no comércio internacional uma resposta ao "abuso de Washington do status do dólar como moeda de reserva internacional", notando que Moscou está empenhada em construir mecanismos financeiros para poder efetuar transações comerciais com seus principais parceiros em moedas nacionais.

    Mais:

    Chanceler do Irã saúda desdolarização que 'reduz pressão das sanções' sobre economia
    China usa sanções dos EUA para conquistar independência do dólar
    Bloco econômico liderado por China e Rússia faz jogada para se afastar do dólar e do euro
    Tags:
    dólar, economia mundial, Rússia, Irã, Venezuela, EUA, sanções econômicas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar