04:17 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro anunciou que assinará medida provisória nesta quarta-feira (30) ​elevando o salário mínimo de R$ 1.045 para R$ 1.100.

    Em mensagem, nas redes sociais, o presidente afirmou que o novo valor, que representa um aumento de 5,26%, terá vigência a partir da sexta-feira (1º).

    O reajuste é superior ao previsto pelo governo federal na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada em 15 de dezembro ao Congresso Nacional. O governo revisou o valor de R$ 1.067 para R$ 1.088 em razão do crescimento da inflação nos últimos meses.

    Segundo estimativas do Ministério da Economia, a cada R$ 1 de aumento do salário mínimo, cria-se a despesa em 2021 de aproximadamente R$ 351,1 milhões.

    De acordo com estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo necessário no Brasil, levando em consideração o preço da cesta básica, deveria ser de R$ 5.289,53.

    Mais:

    'Não dou bola para isso', diz Bolsonaro sobre Brasil ainda não ter vacinação contra COVID-19
    Laboratórios é que têm que buscar registro na Anvisa, diz Bolsonaro
    'Bolsonaro não tem dimensão humana', diz Maia após comentário sobre tortura de Dilma
    Bolsonaro é eleito a 'pessoa do ano no crime organizado e corrupção' por jornalistas internacionais
    Analista: governo Bolsonaro se opõe a estado de calamidade por não ter compromisso com a vida
    Vidas de crianças argentinas serão 'ceifadas com anuência do Estado', afirma Bolsonaro sobre aborto
    Resultado ruim na compra de seringas pode atrasar vacinação no Brasil, avalia virologista
    Tags:
    Ministério da Economia do Brasil, Jair Bolsonaro, dinheiro, trabalhadores, trabalhador, trabalho, renda, salários, salário mínimo, salário, economia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar