11:28 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    O relator da PEC Emergencial, senador Marcio Bittar (MDB-AC), anunciou nesta sexta-feira (11) o adiamento da apresentação do relatório sobre a medida para 2021.

    Bittar alegou, em nota, a complexidade do tema e a atual conjuntura do país, sem entrar em detalhes.

    "Em vista da complexidade das medidas, bem como da atual conjuntura do país, decidi não mais apresentar o relatório da PEC Emergencial em 2020", escreveu.

    A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) tem o objetivo de regulamentar o teto de gastos e tratar de temas do pacto federativo. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

    "Creio que a proposta será melhor debatida no ano que vem, tão logo o Congresso Nacional retome suas atividades e o momento político se mostre mais adequado. Responsabilidade e cautela são as palavras de ordem", concluiu.

    Com a decisão de Bittar, a tramitação do pacote fiscal, deve ficar para depois da eleição dos novos presidentes da Câmara e do Senado, marcada para fevereiro de 2021.

    Mais:

    Números de Guedes não refletem realidade sobre emprego no Brasil, avalia socióloga
    Brasil registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro
    Crise? 'Brasil está oficialmente saindo da recessão', diz Paulo Guedes
    Banco do BRICS transferirá US$ 3 bilhões ao Brasil em até 3 meses, diz Paulo Guedes
    Tags:
    Congresso Nacional do Brasil, governo federal, governo, PEC, gastos públicos, Brasil, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar