06:38 17 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    1 0 0
    Nos siga no

    O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu, por unanimidade, nesta quarta-feira (9) manter a taxa básica de juros da economia brasileira em 2% ao ano.

    Em nota, o Copom afirma que o ressurgimento de uma segunda onda da COVID-19 em alguns países vai prejudicar a recuperação econômica no curto prazo, mas o otimismo em relação ao surgimento de uma vacina contra o novo coronavírus melhoram a confiança em uma retomada.

    "No cenário externo, a ressurgência da pandemia em algumas das principais economias tem revertido os ganhos na mobilidade e deverá afetar a atividade econômica no curto prazo. No entanto, os resultados promissores nos testes das vacinas contra a COVID-19 tendem a trazer melhora da confiança e normalização da atividade no médio prazo", escreveu o BC.

    Já sobre a economia brasileira, o Banco Central disse que "a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual".

    "Em relação à atividade econômica brasileira, indicadores recentes sugerem a continuidade da recuperação desigual entre setores, em linha com o esperado. Contudo, prospectivamente, a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual, sobretudo para o período a partir do final deste ano, concomitantemente ao esperado arrefecimento dos efeitos dos auxílios emergenciais", disse o Copom.

    As estimativas do Copom sobre a inflação brasileira são de 4,2% para 2020, 3,3% para 2021 e 3,5% para 2022.

    "Esse cenário supõe trajetória de juros que encerra 2020 em 2% ao ano e se eleva até 3% em 2021 e 4,5% ao ano em 2022", projetou.

    A Selic foi fixada em 2% ao ano na reunião de agosto, assumindo o menor patamar da série histórica. Em 28 de outubro o Copom já havia decidido pela manutenção dos dois pontos percentuais.

    Mais:

    'Brasil precisa de reformas estruturais para aumentar investimentos estrangeiros', diz economista
    Banco do BRICS transferirá US$ 3 bilhões ao Brasil em até 3 meses, diz Paulo Guedes
    Guedes lista venda de 9 estatais em 2021, incluindo Correios e Eletrobras, diz jornal
    Melhor que bitcoin? Economistas apontam criptomoedas que estão crescendo ainda mais
    Tags:
    inflação, renda, Copom, Banco Central, economia, taxa básica de juros, Selic, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar