12:23 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Coronavírus no Brasil em meados de novembro (37)
    174
    Nos siga no

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira (18) que o Brasil vai receber US$ 3 bilhões (R$ 16,07 bilhões) nos próximos meses do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), formado pelos países do BRICS.

    Segundo o ministro, citado pela Agência Brasil, os investimentos serão direcionados ao combate ao novo coronavírus e a projetos de infraestrutura.

    "O banco foi fundado em 2016. O Brasil tinha tomado apenas US$ 700 milhões [R$ 3,7 bilhões] emprestados. Nos próximos dois, três meses teremos US$ 3 bilhões [R$ 16,07 bilhões] para entrar em investimentos, para ajudar no combate ao coronavírus, para investimentos em infraestrutura", disse Guedes.

    A declaração do ministro ocorre no dia seguinte que a Cúpula de Chefes de Estado do BRICS se reuniu em formato de videoconferência.

    Guedes voltou a defender a manutenção do teto de gastos, mecanismo que limita o crescimento das despesas federais à inflação.

    "Uma saída fácil é furar o teto. Nós não faremos isso porque seria irresponsabilidade com as futuras gerações", declarou.

    O ministro reafirmou que a economia brasileira está se recuperando e acrescentou que, para 2021, o governo acredita em um crescimento entre 3% e 4%.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil em meados de novembro (37)

    Mais:

    Economista fala sobre mudanças no BC: 'avanço político, administrativo e econômico'
    Efeito Bolsonaro? Alta dos juros futuros não aponta 'precipício fiscal', diz economista
    'Dá gosto de ver' retomada da produção no Brasil, diz economista
    O que muda com o sistema PIX? Economista comenta novidade e crê em desconcentração bancária (VÍDEO)
    Tags:
    infraestrutura, investidores, investimento, novo coronavírus, economia, Novo Banco de Desenvolvimento, BRICS, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar