23:49 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    588
    Nos siga no

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira (6) que o Brasil seguirá seu relacionamento com os Estados Unidos no caso de vitória de Joe Biden na eleição dos Estados Unidos.

    O ministro participou de um evento virtual promovido pelo banco Itaú.

    "A mudança nos Estados Unidos, eventualmente havendo a mudança, me parece, os dados indicam que está próximo de acontecer, não afeta a nossa dinâmica de crescimento de forma alguma", disse.

    O ministro defendeu que o Brasil não depende de fatores externos para crescer. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

    "Continuaremos trabalhando com todo mundo, nós vamos dançar com todo mundo, vamos seguir nosso relacionamento. Agora, também não vou superestimar o fator político quando ele não é para ser superestimado. A dinâmica de crescimento do Brasil depende de nós", afirmou Guedes.

    Segundo o ministro, por trás das críticas ao desmatamento no Brasil há interesses comerciais de outros países.

    "Se por um lado existe essa preocupação com o meio ambiente lá fora, no exterior, e isso também pode criar problemas para os investimentos externos, você vê também que há uma pauta disfarçada de interesses comerciais", completou.

    Confira a apuração dos votos nas eleições presidenciais norte-americanas em tempo real:

    Mais:

    Governo não estenderá auxílio emergencial para 2021, revela Paulo Guedes
    Guedes diz que Brasil se saiu bem no combate à crise e só perdeu 1 milhão de empregos
    Números de Guedes não refletem realidade sobre emprego no Brasil, avalia socióloga
    Após recuo do governo, Guedes diz que privatizar SUS seria 'insanidade'
    Tags:
    comércio bilateral, comércio exterior, comércio mundial, comércio, Joe Biden, eleições nos EUA, eleições, Paulo Guedes, Ministério da Economia do Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar