01:54 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    1251
    Nos siga no

    As tarifas impostas pelos Estados Unidos contra a China em 2018 violaram as regras do comércio internacional, disse a Organização Mundial do Comércio (OMC) nesta terça-feira (15).

    Em 2018, a China solicitou que a OMC formasse um painel para investigar a validade das sanções impostas pelos EUA sobre produtos chineses. O apelo de Pequim à OMC veio após discussões bilaterais se revelarem infrutíferas.

    Segundo a decisão publicada pela OMC, os EUA não forneceram uma explicação que corroborasse com a justificativa apontada para a imposição das tarifas. 

    "O Painel concluiu, portanto, que os Estados Unidos não cumpriram com seu ônus de demonstrar que as medidas são provisoriamente justificadas sob o Artigo XX (a)", disse a decisão do painel da OMC formado por países como Rússia, Brasil, Canadá, Índia, Japão e Cazaquistão, além da União Europeia. 

    Os EUA alegam que a China se envolveu em práticas comerciais injustas, incluindo "roubo apoiado pelo estado" de tecnologia, propriedade intelectual e segredos comerciais norte-americanos.

    Embarcação recebe contêineres em porto dos EUA em direção à China
    © AP Photo / Stephen B. Morton
    Embarcação recebe contêineres em porto dos EUA em direção à China

    Os EUA ainda não iniciaram um processo recíproco contestando as tarifas retaliatórias da China, segundo disse o painel da OMC. O painel pede ainda que Washington e Pequim continuem em negociações bilaterais para resolver as disputas comerciais em aberto.

    A guerra comercial entre os EUA e a China vem crescendo desde a decisão do presidente Donald Trump, em junho de 2018, de impor tarifas de 25% sobre US$ 50 bilhões (cerca de R$ 264 bilhões) em produtos chineses em uma tentativa de corrigir o déficit comercial entre os países. Em maio de 2019, Washington mais que dobrou tais tarifas de importação, chegando a US$ 200 bilhões (cerca de R$ 1 trilhão) em produtos chineses. A China retaliou as medidas aumentando as tarifas sobre as importações dos EUA ainda naquele ano.

    Mais:

    Rússia condena política dos EUA de criar alianças contra a China, diz Lavrov
    Recado para Rússia e China? EUA enviarão 150 caças F-35 e F-22 para o Ártico, diz senador
    EUA não estão preparados para enfrentar Rússia e China no Ártico, afirma The National Interest
    Tags:
    Canadá, Brasil, Pequim, Washington, União Europeia, Índia, Japão, Cazaquistão, Rússia, OMC, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar