22:53 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    423
    Nos siga no

    A empresa Apple se tornou nesta quarta-feira (19) a primeira empresa a ser avaliada em US$ 2 trilhões (R$ 10,9 trilhões) em valor de mercado, com o preço da ação valendo US$ 467,63 (R$ 2.570,05) no pregão da Nasdaq.

    A quantia de US$ 2 trilhões (R$ 10,9 trilhões) é superior à riqueza de 170 países, incluindo o Brasil, de acordo com dados do Banco Mundial.

    Se fosse um país, a fabricante dos iPhones seria a oitava nação mais rica do globo, atrás apenas dos Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, Índia, Reino Unido e França. As informações foram publicadas pelo jornal O Estado de S.Paulo.

    Em 2018, a Apple já tinha se tornado a primeira empresa a ser avaliada US$ 1 trilhão (R$ 5,5 trilhões) em valor de mercado.

    Durante a pandemia da COVID-19, a Apple viu todas as categorias de seus produtos crescerem nos cinco continentes e a receita da empresa subiu para US$ 59,7 bilhões (R$ 328,11 bilhões), alta de 11% em relação ao mesmo período do ano passado.

    Mais:

    Fim da privacidade? Apple e Google se unem para criar sistema de rastreamento da COVID-19
    Apple escuta dados de usuários até mesmo com Siri desativado, denuncia ex-subcontratado
    Huawei ultrapassa Samsung e Apple e é maior vendedora de smartphones do mundo, diz relatório
    Valor da Apple supera PIB do Brasil e mostra que país precisa se desenvolver, diz economista
    Tags:
    Estados Unidos, Nasdaq, valor, bolsa, economia, empresa, Apple
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar